Discografia

Ná Ozzetti, Passo Torto e Ava Rocha tocam hoje no Dragão

Passo Torto_Ná Ozzetti_SESCjpgNem tudo que se faz em música é para relaxar ou virar trilha de uma praia ou churrasco. Há quem faça música para intrigar, descobrir caminhos, incomodar. Assim como nas artes plásticas, nem tudo é feito para ser belo, enfeitar. Há outras possibilidades nas artes. É isso o que uma geração de compositores de São Paulo vem confirmando ao longo dos últimos tempos. Entre eles estão Kiko Dinucci, Marcelo Cabral, Rodrigo Campos e Romulo Fróes, que compõem o Passo Torto, que se apresenta esta noite no anfiteatro do Dragão do Mar.

Integrando a programação do projeto Sargaço, o Passo Torto apresenta em Fortaleza o disco Thiago França, dividido com Ná Ozzetti. Filha da turma que ficou conhecida como Vanguarda Paulistana, a cantora de 56 anos conhece como poucos os modos e caminhos para fazer música independente no Brasil, tema que norteia o projeto. À tarde, a partir das 15 horas, eles ainda promovem uma oficina no Porto Iracema falando sobre o processo de composição e criação dos arranjos do novo disco.

Capa do disco Thiago França

Capa do disco Thiago França

Ná Ozzetti lembra que foi também a partir de uma oficina que nasceu o disco Thiago França. Convidada pelo Passo Torto para participar de uma residência para falar sobre composição. O encontro dos cinco músicos foi tão frutífero, que eles resolveram registrar em disco. “Cada instrumentista vai se colocando ali. Todo mundo vai tocando até que se chega a um resultado que todo mundo gosta. É um processo bem parecido com o processo que tinha no Rumo”, comenta Ná, por telefone, comparando com sua experiência no grupo que dividiu com Luiz Tatit, Hélio Ziskind e outros.

Ao lado do Rumo, Ná Ozzetti pôde explorar uma série possibilidades na música, o que facilitou sua entrada neste terceiro trabalho do Passo Torto. “São quatro integrantes de uma geração mais jovem. Eu adoro. Conheci em 2012 e, partir de então, me aproximei muito deles, me identifiquei muito com a estética”, diz ela sobre o som cáustico e experimental do quarteto. Feito a base de vozes, guitarra, baixo e um violão aqui, outro acolá, Thiago França vem arrematando elogios da crítica pela ousadia sonora.

E receber elogios é algo que faz parte da história de Ná Ozzetti. O mesmo aconteceu com Ná e Zé, disco que lançou no começo do ano em parceria com o pianista, compositor e amigo José Miguel Wisnik. “São estéticas totalmente diferentes, a começar pelas canções. Elas partem de lugares diferentes e vão para lugares diferentes. Mas são duas propostas em que eu me encaixo totalmente”, compara com Thiago França. Mais pop e melodioso, esse outro encontro celebra uma amizade que vem desde os anos 1980, quando ela chegou cantar parte da trilha que Wisnik compôs para o próprio casamento.

Ava Rocha

b05cd0_69da15298d2f413fa8fab20f6295b86fAlém do encontro de Ná Ozzetti e Passo Torto, quem também participa do projeto Sargaço esta noite é a cantora Ava Rocha. Filha do indomável Glauber Rocha, ela apresenta o show Ava Patrycia Yndia Yracema, baseado no seu segundo e recém lançado disco. Produzido por Jonas Sá, o disco batizado com o nome quase completo da artista (ela tem ainda o Gaitan da mãe e o Rocha do Pai) traz um repertório quase teatral composto por ela e nomes como Negro Leo (seu marido), Marcelo Callado e outros. Com voz rouca e pequena, ela fala, ao longo de 12 canções inéditas, sobre amor, mar e despedidas, tudo de uma forma original e intricada. O som pende entre o rock, o blues, o samba-canção, tudo com uma pegada que remete aos anos 1970 (ela vem sendo muito comparada à Gal Costa desta época). Apontada como uma das gratas surpresas da nova cena musical brasileira, Ava Rocha toca ao lado de Rafael Rocha (bateria, percussões e mpc), Marcos Campello (guitarra), Eduardo Manso (synths e guitarra) e Felipe Zenicola (baixo elétrico).

Serviço:
Shows Eric Barbosa, Passo Torto + Ná Ozzetti e Ava Rocha
Quando: hoje, às 18 horas
Onde: Anfiteatro do Dragão (Rua Dragão do Mar, 81 – Praia de Iracema)
Quanto: R$50 (inteira)/ R$25 (meia)
Telefone: 3488 8600