Discografia

Hélio Flanders em viagem solitária

helioflanderstemporadaforademimcapa

Uma das bandas mais celebradas da cena indie brasileira, o Vanguart nasceu de uma viagem solitária do compositor Hélio Flanders. Sozinho no quarto, ele gravou canções para uma banda imaginária, que viraria realidade por volta de 2005. Mais de 10 anos e quatro discos depois, o músico cuiabano repetiu a experiência para realizar uma nova experiência solitária que agora ganha o nome de Uma temporada fora de mim.

Com nove faixas, esse primeiro trabalho solo de Flanders deixa de lado o calor de hits como Semáforo ou Boa parte de mim vai embora. Escuro, desfocado e tristonho, o disco produzido ao lado de Arthur de Faria é feito a partir de coisas que ele foi tentando compor ao piano, instrumento que assume não dominar. Essa insegurança com as teclas passa despercebida diante de um repertório de forte tom dramático.

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=Ky0OjzMD9q0[/youtube]

Falando sobre solidão, morte e esperança, Uma temporada fora de mim traz uma releitura lisérgica de Romeo, parceria de Flanders com Thiago Pethit lançada por este no genial Rock’n’Roll Sugar Darling. Há ainda parcerias com Julio Nganga (Major Luciana) e Arthur de Faria em (Cuyaba tango), e participações dos argentinos Ignacio Varchausky (baixo acústico) e Martín Sued (bandoneon). Cida Moreira também comparece para aumentar a dramaticidade de Dentro do tempo que eu sou. Nas demais, Hélio mantém a emoção em suspenso enquanto se aventura em falsetes e sonoridades pesadas para mostrar que é um dos nomes mais relevantes de sua época.