Discografia

Fãs reverenciam o Iron Maiden em Fortaleza

950 1
Fotos: Fábio Lima

Fotos: Fábio Lima

Uma onda de camisas pretas invadiu o Castelão nesta quinta-feira. Esperado há décadas pelos fãs cearenses, o Iron Maiden, enfim, trouxe seu espetáculo para Fortaleza. O show foi fruto de uma campanha que começou no Orkut, chegou ao Facebook e virou realidade na noite de ontem. Mas, para a maioria das pessoas que se aglomerou na Arena, que ia de crianças acompanhadas dos pais até pais acompanhados dos pais, era difícil saber o que era sonho e o que era realidade.

IMG_2904Aguardado por um público estimado entre 22 e 25 mil pessoas, o estádio estava fervendo, tanto pela ansiedade, quanto pela falta de vento. O sexteto londrino subiu ao palco às 21h25min, depois de outros dois shows. A abertura ficou com o The Raven Age, banda liderada por George Harris, filho de Steve Harris, baixista do Iron Maiden. Fundada em 2009, a banda misturou momentos acelerados com outros mais melódicos. Foram bem recebidos e¸ depois de um set de cerca de 40 minutos, se despediram sem empolgação.

IMG_3101Em seguida, às 19h50, foi a vez do Anthrax. Espécie de semi-deuses do metal, o quarteto deixou claro por que é uma das referências do trash metal. Sem economizar na empolgação, o vocalista Joey Belladonna pulou, correu e saiu do palco com o rosto derretendo de suor. Durante a apresentação recheada de riffs poderosos e ritmos acelerados, ele ainda recebeu uma bandeira do Ceará – o time, não o estado – e levantou para o público. Muitas mãos e gritos se ergueram para aplaudir o gesto.

Ronnie Giehl, 45, e Ludimila Assunção, 39. Ele conferiu ontem seu 18° show do Iron e o 30/ do Anthrax

Ronnie Giehl, 45, e Ludimila Assunção, 39. Ele conferiu ontem seu 18° show do Iron e o 30/ do Anthrax

Apesar da variedade de camisas circulando pelo Castelão (AcDc, Black Sabbath, Rolling Stones e outras), era mesmo o Iron Maiden que todos queriam ver. Depois de um vídeo onde o avião da banda, o Ed Force One, é arremessado por uma mão demoníaca sobre uma mata fechada, a banda entrou no palco que explodia em chamas e fumaça. O vocalista Bruce Dickinson, com fôlego de menino, comanda o espetáculo com maestria, enquanto o trio de guitarristas duela com seus instrumentos.

Mesmo acostumado a ver o Iron Maiden em cena, o empresário carioca Ronnie Giehl aproveitou a temporada em Fortaleza para assistir a banda pela 18ª vez. “Desde o Rock in Rio de 1985 que eu acompanho os shows deles”, lembra ele que também é fã do Anthrax. Já a advogada Adélia Mourão, veio de Teresina para conferir a donzela de ferro no palco. “Sou fã desde os 10 anos. Foi meu irmão que apresentou”, lembra ela torcendo para ouvir Two Minutes to Midnight.

IMG_2761

Já o analista de suprimentos Nelson Ferreira descreve a vinda do Iron Maiden a Fortaleza como algo inenarrável. Fã desde 1991, ele espera ouvir clássicos domo Powerslave e The Number of The Beast. “Até as instrumentais são boas e ainda tem as do disco novo, que é formidável”, descreve. E o funcionário público Roberto Hilton espera por este show desde dezembro, quando comprou o ingresso. “Gosto deles desde a adolescência, quando eu viajava e sempre levava uma fita do Iron pra ouvir”, lembra.

IMG_2715

Para a satisfação destes e de outros fãs, o Iron Maiden fez um show muito igual a todos os outros: memorável. Plasticamente, o espetáculo é impressionante, com labaredas saindo do chão, fumaça e um palco que remete às construções da civilização maia, tema do último disco da banda, The Book of Souls (2015).

A orquestra de cordas do Iron

A orquestra de cordas do Iron

E musicalmente, mesmo quem não é conhecedor da Donzela de Ferrao(o meu caso) se deixa levar pelo som forte do sexteto. Bruce Dickinson é dono de uma voz privilegiada, com agudos cortantes e um carisma inigualável. As músicas, mesmo os clássicos, parecem não sofrer com o peso do tempo. Tanto que, basta a banda soltar um acorde para que alguns fãs se joguem no chão de joelhos e se curvem num sinal de idolatria em direção ao palco. Diante daquele mar de gente fardada com as imagens do Iron Maiden, com os olhos brilhando em direção ao palco, dá mesmo para acreditar que eles fundaram uma nova religião. O heavy metal.

Confira o set list das bandas de abertura (informado pela Arte Produções):

> The Raven Age

1. Uprising
2. Eye Among the Blind
3. The Death March
4. Salem’s Fate
5. Angel in Disgrace

> Anthrax

1. Caught in a Mosh
2. Got the Time (Joe Jackson cover)
3. Antisocial (Trust cover)
4. Fight ‘Em ‘Til You Can’t
5. Evil Twin
6. Medusa
7. Breathing Lightning
8. Indians