Discografia

Tributo reúne artistas em torno da obra de George Harrison

1603 1

81ZwbvS5Z6L-2._SL1500_

No dia 28 de setembro de 2014, um grupo de artistas de diferentes quilates se reuniu no The Fonda Theatre, em Los Angeles para uma homenagem bem especial. Gente como Norah Jones, Ben Harper e o “beach boy” Brian Wilson subiu ao palco para celebrar um dos nomes mais importantes da música pop, o beatle George Harrison. O trabalho gravado 13 anos depois da morte do guitarrista do FabFour, somente este ano, ganhou edição em CD duplo, DVD e encarte recheado com muitas fotos.

Lançado mundialmente pela gravadora Vagrant, o trabalho chega ao Brasil pelo selo Lab 344. George Fest, A Night to Celebrate foi produzido por David Zonshine ao lado de Dhani Harrison, filho do homenageado. Nos CDs, algumas dezenas de nomes se revezam para cantar clássicos compostos pelo mais místico dos Beatles. Embora o repertório não traga muitas surpresas, há sempre um deleite ao ouvir I Me Mine, Wah-wah, Here Comes The Sun e All Things Must Pass. E o DVD traz o show completo, gravado num pequeno palco onde, em muitos momentos, as pessoas se amontoam num clima informal.

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=mZionmVDC40[/youtube]

É nesse cenário que os convidados fazem releituras para as canções de Harrison, sem buscar ousadia. De fato, todas as versões são bem fieis ao original. Brandon Flowers, do The Killers, cuida de Got My Mind Set On You, assim como Perry Farrell, do Jane’s Addiction, cuida de Here Comes The Sun. Funcionando como um mestre de cerimônias, Dhani Harrison entra em cinco faixas, como Savoy Truffle e Let It Down. Nesse meio, há algumas surpresas. É o caso de Norah Jones, filha de Ravi Shankar, músico indiano que ficou muito conhecido por ensinar Harrison a tocar cítara. É ela quem dá voz à sempre linda Somethig e a Behind That Locked Door. E Brian Wilson é a voz perfeita para dar peso e credibilidade a mais uma versão de My Sweet Lord.

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=OoOaZ6lLGaQ[/youtube]

George Fest não garante o mesmo luxo de Concert for George, lançado em 2003. Aquele de 13 anos atrás contou com deuses dourados do tipo Eric Clapton, Paul McCartney, Tom Petty, Ringo Starr e Billy Preston. Ainda assim, o novo tributo cumpre seu papel de conectar o som poderoso de sentidos criado por George Harrison a uma nova geração de músicos. Nenhum deles ousou mexer muito na obra do ex-beatle, mas sempre é hora de ouvir mais uma vez For You Blue, Give me Love e outras pérolas.