Discografia

Beatles para os pequenos

Foto: reprodução

Foto: reprodução

Não há dúvidas, o quarteto de Liverpool deixou sua marca no mundo. Com uma trajetória que durou aproximadamente 10 anos, os Beatles se tornaram imortais. As músicas se perpetuaram de geração para geração e até hoje uma boa parte dos jovens traz consigo referências da banda. E foi essa a inspiração para o australiano Josh Wakely criar o universo de Beat Bugs, série infantil original da Netflix. A produção – que chegou ao catálogo da plataforma no inicio do semestre – tem como mote os sucessos da banda inglesa em um formato especial para as crianças.

Foto: reprodução

Foto: reprodução

Entre batidas de rock e descobertas no jardim, a produção tem arrancando elogios não só dos pequenos, mas dos adultos também. Nos 13 episódios que compõe a primeira temporada, somos apresentados ao grupo de pequenos insetos Jay, Kumi, Crick, Buzz e Walter. Juntos, eles resolvem explorar um jardim – para eles aquele espaço é todo o universo – e lá aprendem sobre a natureza e valores como amizade, união e humildade. Cada música é uma história dentro da vida dos bichinhos. Com uma sensibilidade ímpar, a série possui um cuidado especial na hora de caracterizar as letras e as melodias. Além disso, a animação é de encher olhos, colorida e com um gráfico lindíssimo.

Foto: reprodução

Foto: reprodução

Cerca de 50 músicas – de todas as fases dos Beatles – estão presentes nesta temporada. Os intérpretes variam entre nomes atuais do pop, como Sia, Of Monsters and Men, Eddie Vader, Chris Cornell e Pink. Além disso, os personagens também utilizam alguns trechos das letras para compor diálogos, o que só reforça o cuidado na hora da produção. Entre os destaques, All you need is love ganhou uma versão alegre e cheia de leveza que acabou virando a abertura da série. Help e Lucy in the Sky With Diamonds ganharam clipes com um forte apelo estético. Já Blackbird e I’m a Loser trazem versões pesadas até para os adultos, é de emocionar.

Beat Bugs demorou cerca de três anos para ficar pronta. Só o trâmite legal para assegurar a utilização das música dos Beatles correu durante dois anos. No entanto, a espera valeu a pena. A série é delicada e cheia de lições fundamentais para os pequenos. Além de manter viva a memória de uma das bandas mais importantes do mundo. É encantador. A produção já teve confirmação para uma segunda temporada, que deve chegar ao catálogo americano no dia 18 de novembro (sem previsão para o Brasil) e vai contar com nomes como Rod Stewart, Jennifer Hudson e Regina Spektor, todos interpretando Beatles. Josh Wakely também já anunciou novos projetos com a Netflix. Para 2017, a plataforma irá produzir uma nova animação infantil inspirada em músicas da famosa gravadora americana Motown.