Discografia

Banda Geminis apresenta espetáculo Number Ones, com sucessos dos Bee Gees

1669_geminis_bee_gees_2_-_foto_mauricio_trilha

Quem viveu os anos 1970 frequentando discotecas, certamente balançou com o riff de baixo que abre Staying Alive ou se emocionou com os agudos de How Deep Is Your Love. Essas canções e outras que marcaram época estão presentes a trilha d’Os Embalos de Sábado à Noite, filme lançado há 40 anos e que ainda ecoa entre os fãs de cinema e música. Em grande patê, esse sucesso perene se deve à presença dos Bee Gees como grandes responsáveis pelo estouro dessa trilha sonora.

Pois é em homenagem aos irmãos de Machester que a banda Gemini se apresenta em Fortaleza neste domingo, 20, às 20 horas. Formada por Ismael Espiño, Alejandro Niz e Daniel Liberchuk, o trio argentino está junto desde 1999 prestando uma homenagem cuidadosa aos Bee Gees. No espetáculo Bee Gees Number Ones, eles relembram sucessos que escalaram os topos das paradas mundiais ao longo de mais de 50 anos de carreira. Além das músicas, eles levam o público numa viagem ao passado através de figurinos, penteados e outros elementos que resgatam fielmente a memória de uma das bandas mais importantes da história da música pop.

Além de copiar a mesma formação instrumental dos shows dos Bee Gees, a banda Gemini se dedica a repetir os arranjos vocais dos irmãos Gibb tal e qual foram criados. E esse acaba sendo o maior desafio da banda cover. “Os Bee Gees harmonizavam desde crianças. A combinação de três vozes distintas foi o grande trunfo dos Bee Gees. Reproduzir essa harmonização, com fidelidade, é bem complicado, requer muito ensaio”, confessa Ismael Ispinõ, que assume o papel de Barry Gibb – Alejandro Niz é Robin e Daniel Liberchuk é Maurice. E é justo de Barry Gibb que sai uma das marcas registradas dos ídolos: a voz em falsete. “Cantar em falsete, sem ensaio, sem preparo e sobretudo sem semelhança com os originais, fica caricato e pode até ficar ridículo. Muitas bandas se perdem nessa questão. Para nós é prioridade”.

No show Number Ones, o Gemini passa em revista uma trajetória que já passou pelo country, rock, música psicodélica, soul, funk até se consagrar na disco music. Nessa viagem, eles relembram algumas canções da obra solo dos Bee Gees, além do irmão mais novo Andy Gibb, morto prematuramente aos 30 anos. “Andy é homenageado em nosso show, assim como os Bee Gees o homenageavam ao vivo. É um dos momentos mais emocionantes do espetáculo”, adianta Ismael.

Com as perdas de Maurice em 2003 e Robin em 2012, Barry deu por encerrada a história dos Bee Gees. O cantor e guitarrista chegou a montar alguns espetáculos para manter viva a história dos irmãos. “Em 2014, estivemos no Love And Hope, um evento beneficente organizado por Barry Gibb, em Miami, nos Estados Unidos. Na oportunidade nos encontramos com ele, além de conhecer diversos integrantes da família Gibb”, lembra Ismael, que hoje agora celebra a história dos ídolos. “Os Bee Gees foram, sem dúvida, uma das bandas mais importantes da história da música pop. Acompanharam tendências e marcaram presença nas rádios de todo o mundo com canções dos mais diversos estilos. A contribuição que eles deixaram foram inúmeros hits, inúmeras canções que emocionaram e ainda vão emocionar milhares de pessoas ao redor do mundo”.

Serviço:
Bee Gees Number Ones
Quando: domingo, 20, às 20 horas
Onde: Teatro RioMar (Av. Des. Lauro Nogueira, 1500 – Papicu)
Quanto: R$ 100 (plateia alta), R$ 120 (plateia baixa B) e R$ 140 (plateia baixa A)
Preços de inteira. À venda no local e aqui
Telefone: 4003 1212