Discografia

Coletânea sobrevoa os 50 anos de Elton John na música

Com 70 anos recém completados, Elton John anunciou esta semana uma aposentadoria parcial. Ele vai fazer uma última turnê mundial – 300 shows passando por todos os continentes a partir de setembro próximo – e, em seguida,  vai se dedicar aos filhos, à fotografia e às gravações de estúdio. Até segunda ordem, nada mais de palco.

Após cerca de 50 anos de carreira, é preciso deixar claro que ele vai fazer falta. Dono de um repertório que varia bem entre o rock, pop e dezenas de baladas inesquecíveis, o inglês se despede como um frontman elegante, explosivo e muito, mas muito talentoso. Quem viu seus shows no Rock In Rio ou na Arena Castelão, em Fortaleza, conferiu os dedos ágeis do pianista virtuoso fã de Jerry Lee Lewis e a voz que, embora não chegue mais aos agudos de outrora, sustenta bem um show de qualidade.

Tá bem, é verdade que o fino do seu repertório se concentra nos primeiros discos, lançados na década de 1970 (sempre ela…). Daí em diante, as canções de Elton John que atingiram o maior público foram as lentas, românticas, que sempre encontraram espaço em trilhas de novela brasileiras e nas mais variadas rádios. Esse repertório foi, em muito momentos, de altíssima qualidade. Mas representa só um fração do todo.

Isso pode ser conferido na recente coletânea Diamonds. Lançada pela Universal Music, a seleção repete muitos dos clássicos já incluídos em inúmeras outras coletâneas. O grande lance é que este lançamento avança até trabalhos mais recentes, fazendo um sobrevoo atento para tudo que Elton John fez ao longo do seu tempo de estrada. Afinal, são nada menos que 34 músicas na versão física. Na versão digital, que arremata 51 faixas, entram ainda algumas curiosidades como a recente parceria com o duo australiano de música eletrônica Pnau, que rendeu um disco, Good Morning to The Night (2012), de timbres refinados de pegada vintage. E ainda o inesquecível encontro com Stevie Wonder, Gladys Night e Dionne Warwick em That’s What Friends Are For.

Entre as faixas de Diamonds, estão muitas daquelas de fazer tremer os corações mais duros. Tiny Dancer, pra sempre uma das mais belas canções pop, assim como Daniel e Rocket Man. Goodbye Yellow Brick Road e Bennie and The Jets refletem sobre o fim das ilusões setentistas, e permanecem hinos cada vez mais atuais. Blue Eyes e I Guess That’s Why They Call It The Blues vieram uma década depois, mas não deixaram de ser elegantes e até um pouco menosprezadas diante das joias da lavra de John e seu parceiro Bernie Taupin. A primeira, inclusive, é uma das poucas que não saiu da dupla (a letra é de Gary Osborne).

Ao lado de George Michael, num dueto super famoso, Don’t Let The Sun Go Down On Me ganha mais força nesta leitura ao vivo e confirma o grande cantor que era George. Sacrifice, um sucesso estrondoso no Brasil, hoje parece chatinha e adocicada além da conta. Assim como Nikita, cujo o arranjo ficou datado, bregão, com cara de churrascaria. Assim como Something About The way You Look Tonight, mais radiofônica do que o necessário. O oposto de Sad Songs, uma delícia ouvir estalando os dedos e batendo o pé no chão.

Entre os rocks, a seleção de clássicos está mais pra trás mesmo. Crocodile Rock, Saturday Night’s Alright e The Bitch Is Back continuam tão quentes quanto quando nasceram. Mais nova um pouco, I Don’t Wanna Go On With You Like That também tem mérito com seu ritmo solar e agitado. Também tocou por aqui uma época. Mas é preciso assumir que na seara do rock, Elton John perdeu a mão faz tempo precisando sempre se voltar ao passado pra agitar seu público.

Quanto à edição nacional em CD de Diamonds, não há de atrair muita gente. Capinha sem graça e encarte com nada além do que algumas fotos. Se o mercado de CDs anda por baixo, a coletânea deste lorde do rock merecia mais atenção.

Repertório completo da coletânea Diamonds (* exclusivas na versão on line)

  • Your song
  • Tiny dancer
  • Rocket man (I think it’s going to be a long long time)
  • Honky cat
  • Crocodile rock
  • Daniel
  • Saturday night’s alright (for fighting)
  • Goodbye yellow brick road
  • Candle in the wind
  • Bennie and the jets
  • The bitch is back
  • Philadelphia freedom
  • Island girl
  • Someone saved my life tonight
  • Don’t go breaking my heart
  • Sorry seems to be the hardest word
  • Little jeannie
  • Song for guy
  • Blue eyes
  • I’m still standing
  • I guess that’s why they call it the blues
  • Sad songs (say so much)
  • Nikita
  • I don’t wanna go on with you like that
  • Sacrifice
  • Don’t let the sun go down on me
  • Something about the way you look tonight
  • I want love
  • Can you feel the love tonight
  • Are you ready for love?
  • Electricity
  • Home again
  • Looking up
  • Circle of life Your song
  • Tiny dancer
  • Rocket man (I think it’s going to be a long long time)
  • Honky cat
  • Crocodile rock
  • Daniel
  • Saturday night’s alright (for fighting)
  • Goodbye yellow brick road
  • Candle in the wind
  • Bennie and the jets
  • The bitch is back
  • Philadelphia freedom
  • Island girl
  • Someone saved my life tonight
  • Don’t go breaking my heart
  • Sorry seems to be the hardest word
  • Little jeannie
  • Song for guy
  • Blue eyes
  • I’m still standing
  • I guess that’s why they call it the blues
  • Sad songs (say so much)
  • Nikita
  • I don’t wanna go on with you like that
  • Sacrifice
  • Don’t let the sun go down on me
  • Something about the way you look tonight
  • I want love
  • Can you feel the love tonight
  • Are you ready for love?
  • Electricity
  • Home again
  • Looking up
  • Circle of life
  • Skyline pigeon *
  • Lucy inthe sky with diamonds *
  • Pinball wizard *
  • Mama can’t buy you love *
  • Part-tima love *
  • Victim of love *
  • Empty garden *
  • Kiss the bride * 
  • That’s what friends are for *