Discografia

Para anunciar estreia solo, Marcelo Falcão lança carta aberta aos fãs

143 1

Foto: Rodolfo Magalhães/ Divulgação

Um dos melhores vocalistas brasileiros revelados após os aos 1990, Marcelo Falcão lança seu primeiro disco solo daqui a 10 dias. Após 25 anos como frontman do O Rappa, o carioca de 45 anos deixou os antigos colegas para trás com a missão de seguir carreira própria. O primeiro single desse projeto chama-se Viver e teve clipe gravado em Fortaleza, na Praia do Futuro, com participação da cantora Iza. As gravações do disco estão acontecendo no estúdio Toca do Bandido, no Rio de Janeiro, criado pelo saudoso produtor Tom Capone. Para falar do projeto solo, Falcão lançou uma carta aberta para os fãs.

Confira abaixo:

Salve, rapaziada!

Escrevo com o maior orgulho essa carta pra dizer que estou de coração aberto. Só existe positividade. O que um dia foi deixado com carinho pra trás, foi deixado com muito orgulho, no pedestal mais alto que a gente possa encontrar.  Começa agora a minha caminhada, com o meu próprio nome: Marcelo Falcão.

A tão aguardada hora tá chegando, depois de onze anos trabalhando quietinho no meu estúdio Mofaia, e nesse último ano na Toca do Bandido, com a ajuda de amigos e com o Felipe Rodarte, que chamei pra produzir comigo esse disco. Cheguei com os meus arranjos, minhas composições, só com energias positivas e coisas boas no meu coração pra dividir com vocês.

Tô muito orgulhoso do meu disco e do primeiro vídeo clipe, e ainda vai ter disco de vinil,7 polegadas, digital, entre outras coisas maravilhosas. Cheguei no estúdio com cerca de 620 arquivos, alguns mais adiantados, outros precisando ser trabalhados. Esperei o término do trabalho com a minha antiga banda pra que eu pudesse começar essa história da maneira mais tranquila e honesta possível – precisava dividir isso com vocês, meus fãs.

Na minha cabeça eu sempre pensei em três discos, mas sabia que precisava começar pelo primeiro. E o meu primeiro é tudo de mais up que vcs possam imaginar. Eu precisava estar perto dessas 14 músicas, que representam exatamente quem eu sou, e botar essa produção à serviço da música da alma, do povo brasileiro que eu amo, que é sofrido e que precisa sempre de estímulos positivos pra continuar caminhando.

A primeira canção desse disco será lançada dia 9 e se chama Viver. “Viver a vida que eu vivo, às vezes com emoção, às vezes com perigo”. O single chega com o clipe que reúne pessoas de três gerações, da antiga e da atual. Eu fiz o roteiro e tive a ajuda do meu irmãozão Raul Machado como diretor pra transformar todo esse pensamento num vídeo clipe maravilhoso e muito positivo, muito astral.

Venho de uma banda que sempre se colocou politicamente no cenário, sempre osso duro de roer, rocha que ninguém consegue destruir. Continuo com esse pensamento, mas quero que ele seja mais plural, um amor maior ainda pra todo mundo,  e que a gente consiga levantar o coração daqueles que, como eu, também acreditam na música da alma. Por mais modas que apareçam, que essas pessoas continuem com esperança, depois de ouvirem o meu som, de fazerem os sons delas, também.

Convoco cada um de vocês – amigos, antigos e novo fãs – a ouvirem o que o meu coração pulsa em gritar pra vocês. Cola comigo que a felicidade está do lado de quem faz música com amor à musica.

Fiquem com Deus e vamos nos ver sempre,  com tudo de melhor que eu aprendi e agora quero dividir com vocês.

Marcelo Falcão

Outubro/ 2018