Educação

Brasil ganha cadastro de desaparecidos

O Ministério da Justiça e a Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República lançaram na última sexta-feira (26) o Cadastro Nacional de Pessoas Desaparecidas.

O sistema fornecerá informações sobre crianças, adolescentes e adultos de qualquer faixa etária que estejam desaparecidos. O objetivo é evitar as frequentes lesões a consumidores e apoiar vítimas de quadrilhas transnacionais que atuam nos diversos países.

desaparecidos

Dados oficiais indicam que as maiores causas de desaparecimento de crianças e adolescentes são a fuga (40%), a subtração de criança e adolescente (15%), a fuga com namorado (a) (10%) e o desaparecimento relacionado ao tráfico de drogas e exploração sexual (5%).

Organizações não-governamentais (ONGs) e conselhos tutelares poderão incluir registros no sistema.

Devemos sempre ficar atentos aos cartazes, panfletos e demais informativos distribuídos com os dados dos desaparecidos. A sociedade civil pode e deve ajudar nessa busca e na correta informação.

Recomendado para você