Educação

Bullying:ainda um problema sério

Pesquisa nacional sobre bullying, agressões físicas ou verbais recorrentes nas escolas, mostrou que a maior parte do problema (21% dos casos) ocorre dentro das salas de aula, mesmo com os professores presentes.

Dos 5.168 alunos de 5ª a 8ª séries de todas as regiões do Brasil entrevistados, de escolas públicas e particulares, 10% disseram ser vítimas de bullying, 10%, agressores e 3% são ao mesmo tempo vítima e agressores.

O estudo mostrou o despreparo das escolas e professores em lidar com o tema.

Em outros países, o lugar preferencial de agressões é o pátio, onde costuma haver mais alunos e menos supervisão, afirma Cléo Fante, especialista em bullying.

De acordo com o estudo, no País, 7,9% das agressões são feitas no pátio, 5,3% nos corredores e 1,8% nos portões da escola.

 

Recomendado para você