Educação

MEC e Fiocruz criam curso de combate à violência

A questão da violência nas escolas é tão preocupante que o Ministério da Educação (MEC), em parceria com o Centro Latino-Americano de Estudos de Violência e Saúde Jorge Carelli (Claves), da Fundação Oswaldo Cruz, criou um curso de atualização destinado a professores da rede pública para o enfrentamento da violência e defesa dos direitos na escola.

O curso é destinado a professores e a primeira turma terá 700 profissionais da capital do Rio de Janeiro e de outros 35 municípios fluminenses.

Segundo a coordenadora-geral de Direitos Humanos do ministério, Rosiléa Maria Roldi Wille, a partir desse curso, o MEC pretende criar uma rede de proteção à criança e ao adolescente nas escolas, envolvendo os conselhos tutelares e os próprios professores.

 Que esse curso seja bem sucedido e que possa se expandir para os outros estados. Caso de urgência! A violência escolar virou uma questão de saúde pública. Ontem eu escutei um depoimento de uma educadora de 25 anos, que leciona há dois anos e, que estava pedindo licença da escola porque não aguentava mais e nem sabia lidar com a violência escolar.

Boa iniciativa essa do MEC. É assim que se combate: com estudo e prevenção. Informação é uma arma poderosa! Vamos utilizá-la para o bem.

Fonte: A Gazeta (MT)

Recomendado para você