Educação

Educação evolui, mas ainda segue entre as piores

O Brasil aparece entre os três países que mais evoluíram na Educação Básica na década 2000-2009. A informação é do relatório preliminar do Programa Internacional de Avaliação de Alunos (Pisa) 2009, divulgado pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

Nesse período, a média subiu de 368 pontos para 401 (33 pontos a mais). Com isso, o País atingiu a meta do Plano de Desenvolvimento da Educação (PDE), que era média de 395 pontos. Em relação ao avanço, foi superado apenas pelo Chile, que cresceu 37 pontos, e por Luxemburgo (38). Mesmo assim, o País está 53ª posição da tabela geral, com nota semelhante à da Colômbia, Trinidad e Tobago. Na América Latina, está 19 pontos atrás do México, 26 pontos atrás do Uruguai e 38 pontos do Chile.

Método – A avaliação foi realizada em 65 países, 34 deles da OCDE. Participaram 470 mil estudantes, sendo 20 mil brasileiros de escolas urbanas e rurais, públicas e privadas. Eles responderam às provas de Leitura, Matemática e Ciências, com perguntas de múltipla escolha e abertas.