Educação

Estímulo fiscal pode triplicar filantropia

O Brasil tem potencial para triplicar o volume de doações e mobilizar mais de R$ 20 bilhões anuais -equivalente a 0,6% do PIB- para financiar entidades beneficentes e projetos sociais, segundo estudo da consultoria McKinsey.

Hoje, o País mal consegue canalizar R$ 7 bilhões (0,3% do PIB), atrás da média mundial de 0,8% do PIB e da latino-americana, de 0,4%. Não faltam projetos carentes de recursos, pessoas necessitadas do básico, muito menos empresas e pessoas interessadas em doar.

O problema é como fazer a ponte entre os querem doar e os que precisam de dinheiro. Para reverter o quadro, ONGs e captadores de recursos propõem um novo marco regulatório que inclui isenções fiscais, melhor seleção das entidades beneficiadas e capacitação das ONGs na prestação de contas.

Fonte: Folha de S. Paulo (SP)