Educação

Escola ainda divide opiniões

367 1

A educação brasileira costuma ocupar posições ruins nas comparações internacionais; no último Programa Internacional de Avaliação de Alunos (Pisa), em 2009, o Brasil ficou no 53º de 65 nações.

Se a referência é local, o cenário muda. Analisando os resultados de provas de leitura, matemática e ciência, o País foi o 3º que mais avançou. Segundo levantamento do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), 48,7% dos brasileiros acreditam que a educação melhorou.

Outros 27,2% consideram que nada mudou e 24,2% acham que piorou. Apesar da percepção positiva, as diferenças se revelam no estudo. Os mais satisfeitos são da região Centro-Oeste (62,9% afirmaram que melhorou).

“A percepção resulta das políticas do governo, que focaram nos estados e nas regiões mais necessitadas”, defende o consultor em educação do Ipea Paulo Corbucci.