Educação

Ministro defende investimento de 7% do PIB para educação

Ministro da Educação

Durante audiência na comissão especial que trata do projeto de lei do Plano Nacional de Educação (PNE), o ministro da Educação, Fernando Haddad, voltou a defender a meta de financiamento proposta pelo governo: aumento gradual dos investimentos públicos em educação dos atuais 5% do Produto Interno Bruto (PIB) para 7% em dez anos.

Diante da pressão da maioria dos parlamentares e de movimentos educacionais, que querem que os gastos do setor subam para 10% do PIB, Haddad reiterou que os 7% apresentados pelo governo suportam as 20 metas propostas pelo plano.

O plano estabelece que as metas sejam cumpridas até 2020. Entre elas, prevê valorização do magistério público da educação básica e a duplicação das matrículas da educação profissional técnica de nível médio.

Fonte: Valor Econômico (SP)