Educação

Autores questionam MEC sobre lista de livros

Autores de livros didáticos enviaram ao Ministério da Educação (MEC) uma carta sugerindo mudanças nos critérios de seleção das obras que fazem parte do Programa Nacional do Livro Didático (PNLD).

Com base em pareceres que excluíram alguns livros do programa, eles questionam algumas regras do processo e pedem mais objetividade nos critérios de escolha.

O programa distribui livros didáticos, de todas as disciplinas, aos alunos de escolas públicas de 98% dos municípios do País.

Para 2012, foi realizada a maior compra desde o início do programa: 162,4 milhões de exemplares ao custo de R$ 1,1 bilhão.

A Associação Brasileira dos Autores dos Livros Educativos (Abrale) questiona, principalmente, o fato de algumas obras que foram aprovadas em edições anteriores terem sido reprovadas na seleção para 2012.

Fonte: Gazeta do Povo (PR)