Educação

Vítimas do tráfico de pessoas

Estudo preliminar do Ministério da Justiça, em parceira com o escritório nacional das Nações Unidas sobre Drogas e Crime para o Brasil e o Cone Sul (Unodc), revelou que, entre 2005 e 2011, 475 pessoas foram vítimas de tráfico no Brasil.

Do total, 337 sofreram exploração sexual e 135, submetidas a trabalho escravo. Segundo o coordenador da Unidade de Governança e Justiça do Unodc, Rodrigo Vitória, a maioria das vítimas brasileiras são mulheres de 15 a 25 anos. “Elas entram nas estatísticas, principalmente, de exploração sexual. Geralmente, não têm muito dinheiro e são convencidas a ir para outros locais por acreditar em promessas que as farão melhorar de vida”. As crianças também sofrem com o tráfico de pessoas. “Os pequenos são tanto explorados sexualmente, como são parte de jogos de adoções ilegais”.

Fonte: Correio Braziliense