Educação

Pediatras fazem campanha contra andador

A SBP (Sociedade Brasileira de Pediatria), que congrega 16 mil profissionais de todo o País, iniciou neste mês campanha nacional para abolir os andadores de bebês.A entidade afirma que o equipamento é inútil para o desenvolvimento da marcha de bebês e que seu uso pode causar acidentes sérios como traumas no crânio chegando até a levar a morte.

Os médicos dizem que o andador dá uma mobilidade inadequada para a etapa de vida dos bebês e que, com seu uso, eles podem se aproximar de fogões, piscinas e produtos tóxicos.O aparelho pode também deixar de estimular certos músculos, o que vai atrasar os primeiros passos, segundos os médicos.

Fonte: Folha de S. Paulo