Educação

Exposição e lançamento de livro celebram arte e memória africanas

A próxima quarta-feira (10) será marcada pela celebração às culturas negras e à influência da africanidade na constituição da história brasileira. Às 16h30min, na Assembleia Legislativa, será aberta a exposição “Afro, Arte, Memórias e Máscaras”, que reúne 40 obras produzidas entre 1999 e 2010 pelo artista plástico Moacir da Silva.

O acervo percorre os caminhos das culturas negras no Brasil, retratando cenas urbanas e manifestações artísticas de lugares como São Luís, Recife, Salvador, Rio de Janeiro, São Paulo e Fortaleza.

Realizada pela Universidade Federal do Ceará e pela Assembleia, a exposição também inclui um conjunto de máscaras africanas, utilizadas em eventos religiosos, sociais e políticos para representar os espíritos dos antepassados, os símbolos do povo e da cultura.

Na ocasião da abertura, haverá, ainda, o lançamento do livro “Afro, Arte, Memórias e Máscaras”, organizado pelo Prof. Henrique Cunha Júnior, da Faculdade de Educação da UFC, e pela Profª Maria Cecília Felix Colaço.

Embora denominado “cidadão do mundo”, Moacir da Silva radicou-se em Fortaleza e realizou grande parte de suas pinturas no calçadão da Beira-Mar, onde se tornou bastante conhecido. A mostra do artista ficará aberta de 10 a 27 de abril no Centro Cultural do Parlamento Cearense, na Assembleia. A curadoria é do Memorial Deputado Pontes Neto, sob a coordenação da arquiteta e museógrafa Lili Sarmiento.

Fonte: Coordenadoria de Comunicação Social e Marketing Institucional da UFC – fone: 85 3366 7331