Educação

Hiperatividade: diagnóstico preciso garante tratamento eficaz do transtorno

O diagnóstico precoce do Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH), feito por estabelecimentos escolares, pode trazer risco à saúde de crianças e adolescentes.

Especialistas alertam: a família deve ficar atenta, pois comportamentos como falta de atenção, dificuldade para controlar impulsos e atividade motora excessiva às vezes são confundidos com a doença. Mas, na verdade, não passam de reflexos de problemas sociais.

Não há dados no Brasil que comprovem o exagero de diagnósticos de TDAH. Mas, independentemente dos números, preocupa o fato de que o erro leva a tratamentos também equivocados. Conforme a presidente do Comitê de Saúde Mental da Sociedade Mineira de Pediatria, Ana Maria Lopes, o uso de medicação inadequada, além de não trazer resultados esperados, pode prejudicar o combate ao real problema, que permanecerá desconhecido.

Fonte: Hoje em Dia