Educação

MEC admite falha no acesso ao ensino

Depois da divulgação do relatório da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) sobre educação no mundo, o Ministério da Educação (MEC) admitiu que o Brasil falhará no cumprimento de duas metas assinadas com a ONU, em 2000, juntamente com 164 países.

De acordo com o presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Luiz Cláudio Costa, o Brasil não conseguirá melhorar em 50% os níveis de alfabetização de adultos até 2015 e o acesso à educação infantil.

201401291901371391031817

Entretanto, o governo rebateu a organização garantindo que o País cumprirá quatro dos seis compromissos firmados até o fim de 2015 e não somente dois, como afirma a Unesco. O 11° Relatório de Monitoramento Global de Educação para Todos da Unesco indica que o Brasil ocupa a oitava posição no ranking de países com maior número de adultos que não leem ou escrevem.

Segundo dados divulgados pela Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), em 2013, a taxa de analfabetismo de pessoas de 15 anos ou mais foi estimada em 8,7%, o que corresponde a 13,2 milhões de analfabetos.

Fonte: Correio Braziliense