Educação

Brasil deve melhorar infraestrutura e acesso à educação de qualidade, diz OCDE

Relatório divulgado pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) diz que o Brasil deve resolver problemas estruturais como o acesso desigual à educação de qualidade e deficiências de infraestrutura para incentivar a criação de empregos e o equilíbrio na proteção social.

O relatório “Avançando Rumo ao Crescimento 2014” foi apresentado pela OCDE em Sydney, na Austrália. Uma das recomendações da OCDE é que o Brasil aprimore os resultados e a igualdade no acesso à educação, melhorando a remuneração dos professores, expandindo programas de formação profissional e concedendo incentivos de desempenho a esses profissionais.

No caso do Brasil, as reformas na área da educação contribuirão para a redução das desigualdades, diz o relatório.

O Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) é destacado no relatório como uma ação notável, responsável por um sistema de ensino profissionalizante cujo objetivo é ampliar a rede de escolas técnicas federais e dar treinamento gratuito a jovens de baixa renda