Educação

Coreia do Norte: ONU alerta que uma em cada três crianças é raquítica e 20% estão abaixo do peso

Um relatório do Programa Mundial de Alimentos (PMA) aponta que a desnutrição afeta o desenvolvimento físico e intelectual dos norte-coreanos, especialmente das crianças. Uma em cada três está raquítica, e 20% delas têm peso inferior ao normal.

A situação pode ficar ainda mais grave com a saída dos doadores internacionais do país, o mais fechado do mundo. Muitos estão optando por deixar a Coreia do Norte e colocar seus recursos em países onde seus funcionários tenham melhores condições para realizar seu trabalho.

No ano passado, o PMA, uma agência da ONU, elaborou um programa de US$ 447 milhões que beneficiaria, ao longo de dois anos, 2,4 milhões de crianças e mulheres grávidas. Mas a falta de verbas reduziu para 1,6 milhão os atendidos.

Cerca de 500 mil crianças da zona rural não receberam mais ajuda a partir deste mês, ainda de acordo com o relatório – obtido pela agência Associated Press.

Em março, foram fechadas cinco de sete fábricas que produziam pães para serem distribuídos a 500 mil alunos em escolas rurais. No país, cerca de 16 milhões necessitam a distribuição de cereais oferecida pelo Estado.

Fonte: O Globo