Educação

Mapeamento para identificar agentes da dança acontece até 11 de agosto pela Internet

Imagem: Pesquisa de diagnóstico identificará agentes da dança que atuam nas áreas de formação e produção artística (Imagem: Divulgação)

Com apoio dos cursos de bacharelado e licenciatura em Dança da UFC, acontece até 11 de agosto, pela Internet, pesquisa de diagnóstico que identificará agentes da dança (indivíduos, grupos e instituições) que atuam nas áreas de formação e produção artística de oito capitais do País.

Iniciada no fim de 2014, a pesquisa Mapeamento da Dança nas Capitais Brasileiras e no Distrito Federal surgiu no âmbito do Colegiado Setorial de Dança, órgão integrante da estrutura do Conselho Nacional de Política Cultural (CNPC), do Ministério da Cultura (Minc). A ação de diagnóstico da área é considerada prioritária e esta primeira etapa se tornou realidade através de assinatura de termo de cooperação técnica entre o grupo de pesquisa Processos Corporeográficos e Educacionais em Dança (Proceda), da Universidade Federal da Bahia (UFBA), e a Fundação Nacional de Artes (Funarte), do Minc.

Além de informações cadastrais básicas, serão coletados dados qualitativos e quantitativos desses agentes, visando à construção de um panorama da dança que abrangerá aspectos da dimensão social, econômica e artística da área. A primeira etapa do mapeamento inclui as cidades de Belém, Curitiba, Fortaleza, Goiânia, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo.

A pesquisa se dá por uma rede composta por pesquisadores de nove universidades, entre elas a UFC, através do Núcleo Fortaleza, formado pelas professoras Rosa Primo e Emyle Daltro, dos cursos de bacharelado e licenciatura em Dança da UFC. Essa rede nacional – que envolve 20 pesquisadores, um técnico e 33 alunos de graduação – assegura colaboração acadêmica e olhar especializado sobre o conhecimento a ser gerado, com a atuação de pesquisadores experientes e outros em processo de formação, bem como uma ação participativa, dada sua inserção no campo de estudo a ser investigado.

Como resultados do mapeamento serão gerados um banco de dados público com informações básicas dos informantes que permitirem a divulgação e uma publicação digital com diagnóstico sobre a formação e a produção em dança nas capitais brasileiras, levando em consideração os multifacetados modos de organização, processos e configurações da dança no País. Esses dados serão organizados a partir das diretrizes e ações propostas no Plano Nacional da Dança.

Mais informações podem ser obtidas através do site da pesquisa ou pelo e-mailcontato@mapeamentonacionaldadanca.com.br.

Fontes: Professoras Rosa Primo e Emyle Daltro, dos cursos de bacharelado e licenciatura em Dança da UFC – fones: 85 3366 7903 e 3366 7901