Educação

Integrantes do projeto Artes em Esquizofrenia fazem exposição na CJA

Imagem: A exposição conta com trabalhos de pacientes com transtornos psicopatológicos que participam do projeto de extensão da UFC Artes em Esquizofrenia (Imagem: Divulgação)

A segunda edição da mostra Todos Envolvidos na Livre artES (TELA) está em cartaz até o dia 22 de fevereiro, na Casa de José de Alencar, equipamento cultural da Universidade Federal do Ceará (Av. Washington Soares, 6055, Messejana). A visitação é gratuita e o público pode comparecer de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, e aos sábados, domingos e feriados, das 8h às 15h.

Trata-se de uma exposição de artes plásticas com trabalhos produzidos por pacientes com transtornos psicopatológicos que participam do projeto de extensão Artes em Esquizofrenia (artES), nascido no Ambulatório de Saúde Mental do Hospital Universitário Walter Cantídio (HUWC), unidade do complexo hospitalar da UFC filiada à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH).

Imagem: Obra feita por participante do projeto Artes em Esquizofrenia (artES)Esses pacientes são atendidos em dois espaços. O primeiro é a unidade do Centro de Apoio Psicossocial (CAPS) localizada na Av. Borges de Melo, 201, no Jardim América. O centro é vinculado à Prefeitura de Fortaleza. O outro espaço é o Abrigo Desembargador Olívio Câmara (ADOC), situado na Travessa Costa Rica, s/n, no Antônio Bezerra. O abrigo é ligado ao Governo do Estado. “Como projeto de extensão, nós vamos até eles”, esclarece a psicóloga Flávia Roberta, vice-coordenadora do projeto, que tem como coordenadora a também psicóloga Laura Serafim.

O Artes em Esquizofrenia (artES), criado no dia 5 de abril de 2017, integra o Programa de Apoio ao Paciente Psicótico (PROAPP) da Faculdade de Medicina da UFC. Tem como foco trabalhar habilidades artísticas de pacientes com transtornos psicopatológicos como fonte de promoção desse público. Visa visa também desmistificar os estigmas que cercam esses pacientes, além de viabilizar a articulação dos dispositivos da Rede Psicossocial em Fortaleza com o uso de recursos artísticos para um acolhimento integral e humanizado.

Fonte: Frederico de Andrade Pontes, diretor da Casa de José de Alencar – fone: 85 3229 1898