Educação

Ciclo de Palestras e Vivências na FACED

Imagem: Os palestrantes convidados do ciclo são profissionais de áreas como medicina, psicologia, enfermagem, práticas integrativas e complementares em saúde (PICS) e educação (Imagem: Divulgação)

Enquanto agressões e outras manifestações da cultura do ódio se espalham por espaços virtuais e reais na sociedade contemporânea, outras iniciativas buscam oferecer alternativas para as pessoas (re)adquirem o equilíbrio consigo mesmas e com as outras. Na Universidade Federal do Ceará, uma delas está em curso: é o Ciclo de Palestras e Vivências: Espaços de Amor, Cura e Cultura de Paz, criado pelo Grupo Cultura de Paz, Juventudes e Docentes, vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Educação Brasileira, da Faculdade de Educação da UFC, e coordenado pela Profª Kelma Matos.

Iniciado neste mês e previsto para continuar até novembro, o ciclo compreende 10 encontros gratuitos e abertos ao público em geral, no Auditório Valnir Chagas, da Faculdade de Educação da UFC (Rua Waldery Uchôa, 1, Benfica), sempre das 18h às 20h, reunindo respeitados profissionais de áreas como medicina, psicologia, enfermagem, práticas integrativas e complementares em saúde (PICS) e, naturalmente, educação. Não há necessidade de inscrição.

O próximo encontro ocorrerá no dia 7 de outubro e terá como tema “Eu e minha vida: uma declaração de amor. Vivência com imaginação gerada na autoestima”. Quem vai apresentar o tema é a Profª Ângela Maria Alves de Souza, coordenadora do Projeto Integrado de Pesquisa e Extensão em Perda, Luto e Separação (PLUS+), do Departamento de Enfermagem da UFC.

CUIDAR – O cuidado consigo e com o outro permeia as palestras e vivências. “Todos nós estamos precisando muito de cuidado. De ser cuidados e também cuidar dos outros para podermos ficar mais numa inteireza sem sair por aí com agressividade com as pessoas. Se estamos bem, se estamos bem cuidados em todos os sentidos, podemos estar melhor socialmente”, diz a Profª Kelma.

Neste mês já ocorreram dois encontros: no dia 3, com o tema “A saúde quântica e a ioga”, tendo como convidados o terapeuta quântico Harbans Lal Arora e a professora de ioga Ved Arora, uma das pioneiras dessa prática no Ceará; e no dia 17 foi a vez da psicóloga Lucy Lopes, do espaço Renascer, abordar “Constelação familiar e saúde”.

A Profª Kelma Matos comenta que, com as tensões políticas acirradas no Brasil por ocasião das últimas eleições presidenciais, “a energia da raiva e do ódio esfacelou muito as famílias – irmão que não fala com irmão. E não só em família, amizades também foram rompidas. Então a gente está querendo que as pessoas recuperem os seus pedaços, que se cuidem, porque tem muita gente magoada, muita gente ferida”, diz.

Foi diante de tudo isso que ela teve a ideia de convidar os profissionais para o ciclo de palestras e vivências. Todos eles participam voluntariamente. “A gente fala da cultura de paz e a gente tem buscado fazer da cultura de paz ações de fato. E ações com posicionamento efetivo de mudança não só nos discursos, mas mudanças que realmente sensibilizem as pessoas para que elas possam se identificar, que possam também, através desse cuidado, refletir sobre suas vidas, o que têm feito para si, porque estão aqui, o que realmente movimenta a vida de cada um, de cada uma. Então é nessa perspectiva que a gente está trabalhando para que cada um e cada uma se veja em profundidade e a gente possa ir construindo o melhor de cada um de nós”.

Confira a programação das próximas palestras e vivências:

Imagem: O próximo encontro será sobre o tema “Eu e minha vida: uma declaração de amor. Vivência com imaginação gerada na autoestima”, com a Profª Ângela Maria Alves de Souza, coordenadora do PLUS (Imagem: Divulgação)7/10 – “Eu e minha vida: uma declaração de amor. Vivência com imaginação gerada na autoestima”  –  Ângela Maria Alves de Souza, coordenadora do PLUS+.

14/10 – “Abordagem sistêmica no Bom Jardim: práticas de inclusão, acolhimento e amorosidade” – Rino Bonvini, médico psiquiatra e padre, criador do Movimento de Saúde Mental Comunitária no Bom Jardim.

21/10 – “Técnicas radiônicas em nossas vidas” – Luciana Cordeiro, mestra em Enfermagem e membra  do Grupo de Trabalho em Práticas Integrativas e Complementares em Saúde (PICS) do Conselho Regional de Enfermagem do Ceará (COREN-CE).

22/10 – “Cuidado espiritual: desafio na universidade” – Michel Ângelo Araújo Marques, professor do Departamento de Enfermagem da UFC, orientador da Liga Acadêmica de Cuidado Espiritual em Saúde (LACES)  e coordenador do Laboratório de Práticas Alternativas em Saúde (LABPAS).

5/11 – “Ekobé: cura e práticas de cuidado na UECE” – Vera Dantas, médica, massoterapeuta, reikiana, educadora popular e uma das criadoras do espaço Ekobé, da UECE, onde os conhecimentos acadêmicos e os movimentos e práticas populares se unem em prol da saúde.

11/11 – “Educação transcomportamental: gestão de emoções para comportamentos inteligentes”  – Isa Magalhães, psicoterapeuta transpessoal, escritora e autora de material pedagógico para a educação emocional.

19/11 – “Saberes e danças circulares”  – Ana Cláudia Dutra, psicóloga, professora de ioga e facilitadora de danças circulares.

25/11  –  “A essência do cuidado”  – Lúcia Conde, assistente social e professora do Curso de Serviço Social da UECE.

Fonte: Profª Kelma Matos, do Grupo Cultura de Paz, Juventudes e Docentes  – e-mail: kelmatos@uol.com.br