Educação

Inteligência Artificial, Língua Portuguesa e Instituto Confúcio

Imagem: Comitiva da UFC teve respeitosa recepção do presidente da Universidade de Nankai, o vice-presidente e o diretor da College of Artificial Intelligence (Foto: Divulgação)

Comitiva da Universidade Federal do Ceará liderada pelo reitor Cândido Albuquerque regressou no fim de semana de uma missão na China, ocorrida de 5 a 13 de dezembro, onde foram fortalecidas relações e discutidas novas parcerias entre a UFC e universidades chinesas. Entre os resultados, estão a proposta de ampliação da atuação do Instituto Confúcio da UFC e de intercâmbios com o Departamento de Língua Portuguesa e o Colégio de Inteligência Artificial da Universidade de Nankai.

A comitiva foi composta pelo reitor Cândido Albuquerque, o pró-reitor de Relações Internacionais, Augusto Albuquerque, e a diretora-geral do Instituto Confúcio da UFC, Mônica Amorim. A missão teve início na cidade de Changsha, na 14ª Conferência Internacional de Educação de Língua Chinesa, da qual participaram várias universidades do mundo que possuem uma sede do Instituto Confúcio.

“Foi muito proveitosa a nossa participação na Conferência, onde a Profª Mônica fez uma memorável apresentação dos trabalhos do nosso Instituto. Pudemos não apenas mostrar nossa experiência, como também ouvir as demais sedes. À noite, fomos recebidos com uma calorosa acolhida durante um jantar com o Prof. Jason Ning Zhang, vice-diretor de Assuntos Internacionais da Universidade de Nankai”, relatou o reitor da UFC.

Imagem: Reitor recebeu de presente uma obra chinesa, das mãos do presidente da Universidade de Nankai, Cao Xuetao

Com sede inaugurada em abril de 2019 no Campus do Pici Prof. Prisco Bezerra, o Instituto Confúcio da UFC funciona desde o ano passado, por meio de parceria com a Universidade de Nankai. Segundo o Prof. Cândido Albuquerque, a ideia é que a atuação do Instituto possa ser ampliada, e que ele passe a funcionar não apenas na internacionalização da cultura e língua chinesas, mas também na área de inovação tecnológica.

LÍNGUA PORTUGUESA E INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL – Um dos pontos altos da viagem foi a visita da comitiva da UFC à Universidade de Nankai, onde também houve respeitosa recepção pela cúpula da Instituição. O grupo conheceu o College of Artificial Intelligence, uma das principais apostas da China no que se refere à tecnologia e inovação, e encaminhou novos acordos.

O reitor Cândido Albuquerque tem defendido a ampliação de estudos sobre Inteligência Artificial (IA) na UFC. Na missão, ele apresentou à Universidade de Nankai uma proposta de convênio que viabilize o intercâmbio de pesquisadores da UFC com o College of Artificial Intelligence. “Sabemos que não é algo fácil, mas houve demonstração de boa vontade. Agora, eles irão redigir uma proposta de convênio”, explicou o reitor.

O Prof. Cândido Albuquerque já iniciou conversas com pesquisadores de cursos ligados à área de IA na UFC. Segundo ele, a intenção é que, em 2020, seja criado um Departamento de Inteligência Artificial em uma das unidades acadêmicas da Instituição. “Inicialmente, tínhamos a ideia de criar um grupo, um núcleo, mas depois dessa visita acredito que podemos ter algo mais amplo. Em janeiro vamos começar a articulação para criar esse projeto”, afirmou o reitor.

Imagem: Reitor e Prof. Augusto visitaram o TusPark, maior parque tecnológico da China e um dos mais importantes do mundo

Além de parcerias na área de Inteligência Artificial, deverá ser assinado convênio de intercâmbio de professores da UFC com o Departamento de Língua Portuguesa da Universidade de Nankai, atualmente assistido por Portugal. A expectativa é que a parceria comece em 2020, com a ida de professores do Ceará para uma experiência na China.

PARQUE TECNOLÓGICO – Outra parte da missão da UFC foi a visita ao Parque Tecnológico da Universidade Tsinghua (TusPark), o maior da China e um dos maiores do mundo. O grupo conheceu as instalações do Parque e alguns dos projetos desenvolvidos nos 22 prédios que compõem sua estrutura. O reitor afirmou que, a partir do próximo ano, deverão ser discutidos novos modelos de funcionamento do Parque Tecnológico da UFC, em implantação por meio de parceria com o Governo do Estado do Ceará.

EMPREENDEDORISMO – Durante a viagem, a UFC procurou ainda estreitar relações com a NEOMA Business School, instituição francesa que também participou da Conferência Internacional do Instituto Confúcio. De acordo com o pró-reitor de Relações Internacionais da UFC, Prof. Augusto Albuquerque, há em discussão uma parceria entre as duas instituições e a Universidade de Nankai para a criação de um programa de intercâmbio nas áreas de cultura e negócios.

Imagem: Profª Mônica Amorim apresenta experiência do Instituto Confúcio da UFC (Foto: Divulgação)

Segundo o Prof. Augusto Albuquerque, em 2018 o Instituto Confúcio da UFC promoveu o Summer Camp, uma experiência focada em empreendedorismo que levou alunos da Federal do Ceará para a China.

A ideia, explica o pró-reitor, é que a NEOMA, a UFC e a Universidade de Nankai possam formatar um programa único que possibilite experiência semelhante, em um curso que inclua, no conteúdo programático, questões de empreendedorismo, abertura de negócios em parceria com o país oriental, visita a empresas, dentre outros pontos. “Nós iniciamos a conversa sobre isso e ficamos de, agora, dar continuidade à formatação desse programa”, explicou o pró-reitor.

Fonte: Coordenadoria de Comunicação Social e Marketing Institucional da UFC – fone: (85) 3366 7331