Educação

Reconhecimento facial

Pesquisadores do Laboratório de Teleinformática trabalham com nuvens de pontos, uma forma de representação de uma imagem capturada que pode dar origem a uma imagem tridimensional (Foto: Viktor Braga/UFC)

Pelo rosto se lê o homem. A afirmação de Aristóteles que atravessa milênios ganha novos sentidos, nos dias de hoje, com as chamadas tecnologias de reconhecimento facial. Utilizado para diversas finalidades, esse tipo de sistema biométrico tem se popularizado e chega aos smartphones mais recentes, ao controle de acesso a edifícios e até a alguns processos seletivos, com o objetivo de evitar fraudes.

No Departamento de Engenharia de Teleinformática da Universidade Federal do Ceará, o grupo InterFACES, coordenado pelos professores José Marques Soares e George Thé, desenvolve no Laboratório de Teleinformática um conjunto de pesquisas que envolve reconhecimento de faces e expressões através das chamadas nuvens de pontos, forma de representação de uma imagem capturada que pode dar origem a uma imagem tridimensional.

A matéria completa sobre a pesquisa está disponível no site da Agência UFC, canal de divulgação científica da Universidade.

Fonte: Coordenadoria de Comunicação Social e Marketing Institucional da UFC – fone: (85) 3366 7331 / e-mail: ufcinforma@ufc.br