Entre Aspas

‘Bombado’, eu?

PillsInSpoon.tif

 

Há alimentos que propiciam o ganho e aumento de massa muscular, são soluções naturais e eficazes para quem quer crescer, e crescer com saúde.

A desenfreada busca pelo “corpo perfeito”, aquele dito “ideal”, que estampa capas de revistas e aparece em comerciais tem sido o motivo de muitos homens e mulheres se submeterem a procedimentos estéticos e a fazerem cirurgias plásticas como implante de silicone, plástica de abdômen e lipoaspiração para retirar uma gordurinha aqui, outra ali. O estar “magro” ou estar dentro de um certo padrão, em muitos casos, se torna obsessão. O indivíduo afetado simplesmente “deixa de viver socialmente” às vezes toma até medicamentos em busca do corpo esguio que ele considera tão importante.

Mas na realidade o corpo “magro” tem se tornado menos popular, digamos que os padrões de beleza vêm mudando, pois a “moda” hoje é ser “fitness”, é ser, como se diz popularmente, ‘bombado’, e esse é o motivo das academias estarem cada dia mais lotadas. É no desejo pelo corpo ‘bombado’ que mora o perigo, uma vez que a pessoa começa a olhar ao seu redor na academia e ver que o “coleguinha” ao lado está, como dizem nas academias, crescendo, ganhando músculos. Daí surge a ideia de também crescer, mas rapidamente. Procura-se então alternativas para alcançar esse objetivo, o praticante de musculação procura os perigosos anabolizantes, o que considero um erro! Esse tipo de substância até garante resultados rápidos, contudo traz prejuízos à saúde, alguns irreparáveis, podendo levar inclusive à morte.

Os riscos de se consumir anabolizantes como forma de estímulo ao crescimento dos músculos são os mais variados. Afeta a função endócrina e pode causar também infertilidade. Nos homens, os esteroides estimulam excessivamente a próstata, levando-a a crescer, o que pode no futuro ocasionar um câncer. De um modo geral, esse tipo de droga aumenta o risco de lesões e alterações no funcionamento do sistema cardiovascular, aumentando, dessa forma, o risco de derrame cerebral e infarto agudo do miocárdio de quem a consome. Os anabolizantes podem também prejudicar a função hepática, já que o fígado é responsável pelo metabolismo das substâncias; em estágios mais avançados, o órgão pode ter dificuldade de trabalhar e chegar até a parar. Caso haja uma hemorragia no interior do abdômen, o usuário morre. Diante desses riscos e de tantos outros que se corre ao usar esteroides, será que é mesmo uma boa alternativa? Os anabolizantes te dão o que você quer no momento, todavia podem te dar também uma morte prematura e quem sabe até inesperada.

Foi justamente o que aconteceu com a cearense de 24 anos, Tainá Barbosa, estudante de Direito. A moça morreu no dia 14 de março, após passar uma semana em coma e ter duas paradas cardíacas. O laudo médico apontou que Tainá vinha fazendo o uso de anabolizantes. O caso da estudante é apenas um em muitos que já aconteceram, ou que podem acontecer em decorrência da busca de resultados imediatos e satisfatórios. Muitos praticantes de musculação não querem esperar o tempo de seu corpo, o período de resposta natural de seus músculos aos estímulos com pesos, e acabam caindo na armadilha da facilidade do agora, do já.

Quem quer ganhar músculos sem prejudicar a sua saúde não precisa recorrer a substâncias perigosas. A solução está no prato! Você já deve ter escutado a seguinte frase: Você é o que você come! Há alimentos que propiciam o ganho e o aumento de massa muscular, são soluções naturais e eficazes para quem quer crescer, e crescer com saúde. Os alimentos mais indicados são: carnes magras (sem gordura), peito de frango, queijo cottage, ovos (principalmente as claras, que são isentas de gordura), atum, aveia, grãos integrais, frutas e legumes (principalmente banana e batata-doce). Opções não faltam, falta o bom censo em muitos “apressadinhos”.

Um erro, um grave erro, é recorrer, em qualquer área da vida, à facilidade. Sempre carrego comigo a seguinte frase: O que vem fácil, vai fácil! E essa facilidade pode acarretar em problemas para a vida toda, ou pior, encerrar a vida. Os anabolizantes são prejudiciais ao extremo, seus malefícios, acredito, nem são totalmente conhecidos pela medicina.

Texto: Robênia de Araújo| Imagem: Internet