Entre Aspas

Clarice Lispector: entre a literatura e as artes plásticas

IMG-20151005-WA0004

Clarice Lispector sem dúvidas, é mais conhecida pela sua habilidosa e épica literatura. Suas obras literárias são marcadas pelo cunho intimista e introspectivo, de modo que mantêm foco nos indivíduos e seus questionamentos a respeito da vida e suas vivências. Na literatura clariceana, os sentimentos, as sensações, os pensamentos, as ideias e os questionamentos dos personagens são expostos por meio do fluxo de consciência, através de uma linguagem não linear que quebra os enredos e estruturas tradicionais dos textos literários, pois é livre e até mesmo desordenada. Desse universo literário, a grande maioria das pessoas já conhecem, só que poucos sabem mesmo sobre essa escritora é que ela também pintava.

Em relação a suas pinturas, Clarice chegou a questionar: “Quem sabe escrevo por não saber pintar?”. Ela considerava a pintura como uma forma de relaxamento, essencial para auxiliá-la em uma boa escrita. Ao longo de sua vida, pintou 22 quadros, sendo eles 19 sobre madeira, principalmente pinho-de-riga, e três sobre tela. Durante um período, inclusive, foi realizada uma exposição com 16 dessas telas no Instituto Moreira Salles, no Rio de Janeiro.

Uma obra literária que trata das pinturas da escritora brasileira é de Carlos Mendes de Sousa, professor de literatura brasileira da Universidade do Minho, denominado Clarice Lispector – Pinturas. No livro, o autor apresenta a existência de dois movimentos em relação as pinturas de Clarice: a fuga e a concentração e as linhas em desordem, mostradas por tensões frequentes em suas telas, como se a escritora-pintora estivesse em jogo de espelhamento, aproximando seus traços de pintura aos traços da escrita.

Outro livro que também aborda esse lado de Clarice nas artes plásticas é “Retratos em Clarice”,  de Ricardo Iannance, no qual ele afirma que as pinturas de Clarice seguem a “estética do feio”. No livro, ele conta que Clarice nunca se considerou pintora, pois suas obras foram sempre abstratas e livre.

Veja abaixo, algumas das 22 telas pintadas por Clarice Lispector durante a sua vida:

Tentativa-de-ser-alegre-1975-650x366

sol-da-meia-noite-1975-650x366

Sem-título-1975

passaro_da_liberdade_1975

Luta-Sangrenta-pela-Paz-1975

Explosão-1975

Escuridão-e-luz-centro-da-vida-1975

cerebro-adormecido-1975-650x366

Caos-metamorfose-sem-sentido-1975-650x366

Texto: Eduardo Sousa | Imagens: Internet