Entre Aspas

[Porto Iracema das Artes] Preamar de Artes Cênicas 2016 estreia o espetáculo Todos Seremos: Mãe este final de semana

Foto: Tim Oliveira

Foto: Tim Oliveira

O Preamar de Artes Cênicas 2016 realiza, como trabalho final do ano letivo, a montagem do espetáculo Todos Seremos: Mãe, que tem como ponto de partida a obra Os Cactos, do dramaturgo cearense Emanuel Nogueira. Originalmente, a peça foca nas relações afetivas, especialmente entre mãe e filho, afetadas pela violência do Estado no período da Ditadura Militar no Brasil. Nesta montagem os alunos (elenco, figurinistas, iluminadora) e o diretor, Murillo Ramos, trazem essa discussão para o contexto atual.

Todos Seremos: Mãe, centraliza sua ação na vida/espera constante e diária do filho/sobrinho Pedro, desaparecido nos porões da Ditadura Militar Brasileira. A dor, a espera, a esperança, o desassossego das famílias que perderam seus entes nas ações violentas do Estado autoritário são mostrados em um mosaico onde ficção e realidade se confundem.

Um espetáculo em carne viva, com cheiro de café, sopa, sonhos interrompidos, afagos e dores. Nesse momento, todos seremos mãe, mas poderíamos ser Pedros, Amarildos, Bergsons, Janes… Todos seremos.

Conheça o Programa Preamar

O programa Preamar tem como objetivo criar condições de intensas experiências estéticas, com vistas a aprofundar os estudos desenvolvidos no Programa de Formação Básica. A proposta é compor equipes de ex-alunos da escola para se engajarem em projetos de criação artística sob tutoria de profissionais de carreira consolidada.
Como o nome do programa sugere, a ideia é elevar ao nível máximo as possibilidades de formação, criando uma turbulência potente e criativa, assim como as marés cheias do mar aberto, a Preamar referida no título do programa.

SERVIÇO:

Espetáculo Todos Seremos Mãe

Quando: 03 e 04 de dezembro
Onde: Teatro Dragão do Mar
Sessões às 18h e 20h no sábado e às 15h e 19h no domingo

09 de dezembro
Centro Cultural Bom Jardim
Sessões às 15h e 19h

Gratuito / 50 lugares por sessão

 

 

 

Texto: Eduardo Sousa com informações do programa Preamar de Artes Cênicas 2016| Foto: Tim Oliveira

 

Recomendado para você