Entre Aspas

[Benjamin Moser]Biografia de Clarice Lispector ganha nova edição com caderno de fotografias

bn-ju091_0810cl_j_20150810110605

Para os clariceanos de plantão, assim como o autor deste blog, uma nova notícia, que na verdade é maravilhosa. A biografia Clarice, (Clarice vírgula), escrita pelo norte-americano Benjamin Moser, está prestes a ganhar uma nova edição com caderno de fotos inéditas. (É migos, vai ser tiro atrás de tiro!)

Sucesso editorial, o livro foi lançado inicialmente pela infelizmente extinta Cosac Naify, em 2009. Após o fim da editora, a Companhia das Letras adquiriu os direitos de publicação no Brasil. A nova edição, chamada agora de Clarice-Uma biografia, já está em pré-venda e deve chegar às livrarias no dia 1º de março, quarta-feira. O livro também traz posfácio inédito de Michael Wood.

Desde que a crítica estrangeira se rendeu à produção de Clarice Lispector, os jovens leitores encaram uma pergunta: quem é a escritora de linguagem cotidiana e desafiante ao mesmo tempo? Nascida na Ucrânia, ela chegou ao Brasil ainda criança com os pais e as duas irmãs. Passou por Maceió e Recife até tornar-se uma carioca do Leme.

Clarice foi uma das primeiras autoras grandes, digamos assim que eu li. Larguei gibis para ler a “bruxa da Literatura”, e por mais que não entendesse tanto assim a sua escrita, por ser criança, inexperiente e blá blá blá, eu gostava de estar com um livro dela na mão, de estar em sua presença e escutar as suas ideias através da minha leitura alta. Clarice encantou e colocou uma pulga atrás da orelha de muita gente por sua escrita hermética para uns, para outros enigmática, o fato é que até hoje ela divide opiniões para os críticos. Mas é isso, a memória da autora deve ser guardada e cada vez mais valorizada. Viva Clarice!

Veja a capa da nova edição:

clarice-benjamin-moser-300x430

 

 

 

 

 

Texto: Eduardo Sousa | Imagens: Internet

Recomendado para você