Entre Aspas

[30/08 a 04/11] CAIXA Cultural Fortaleza recebe a exposição “O Ordinário Rafael Sica”

 

Tirinha de Rafael Sica

O artista gaúcho é dono de um traço único que preza a riqueza de detalhes em uma narrativa silenciosa

De 30 de agosto a 04 de novembro, a CAIXA Cultural Fortaleza, recebe a exposição “O Ordinário Rafael Sica”, do quadrinista gaúcho Rafael Sica, artista que tem na sua marca, um traço que preza a riqueza de detalhes em uma narrativa silenciosa. A exposição vai apresentar mais de 150 obras que fazem um panorama de 15 anos da trajetória do artista, considerado um dos principais nomes das histórias em quadrinhos da atualidade. Para a abertura, o quadrinista preparou uma publicação inédita, de tiragem limitada e distribuição gratuita ao público presente. Além disso, nos dias 31 de agosto, 01 e 02 de setembro, Rafael Sica produzirá um painel na galeria, onde os visitantes poderão acompanhar, ao vivo, o processo de criação do artista. A mostra poderá ser visitada até o dia 04 de novembro de 2018, com acesso gratuito.

Serão expostos originais de história em quadrinhos, além de gravuras e pinturas. A curadoria é do artista e pesquisador cearense Weaver Lima, que reúne em sua carreira a curadoria de exposições na área dos quadrinhos como “Luiz Sá – 100 anos”, “Monstra Comix”, “HQ CE”, “Desenhomatic LTDA”, “Seres Urbanos – Fanzines 90’s”, entre outras.

 

Rafael Sica

A obra de Rafael Sica

Grande parte da obra de Rafael Sica é composta por quadrinhos sem textos, característica encarada por muitos críticos como um dos grandes diferenciais de seu trabalho. A ausência dos diálogos se mostra como uma abertura à interpretação do leitor: “Existe uma narrativa, mas é gráfica, visual. Exige que o leitor complete o trabalho. Fui tirando o texto das tiras, diminuindo o número de palavras, fui me dando conta de como isso potencializava as interpretações”, explica Sica.

A produção de Rafael Sica traz questionamentos sobre o modo de vida do indivíduo urbano. Suas tiras são minicontos que fogem do óbvio e da piada, e com um diferenciado tom surrealista, trazem críticas às neuroses das grandes cidades e à massificação das pessoas afogadas na rotina pós-moderna.

Nascido em 1979 em Pelotas (RS), Rafael Sica é reconhecido como um dos mais importantes autores de sua geração. Começou sua carreira na segunda metade dos anos 1990, publicando charges e tiras em jornais da sua cidade. No início dos anos 2000 passou a publicar no jornal Folha de S. Paulo e na internet lançando o blog “Ordinário”. A página foi criada com o objetivo de ser um portfólio virtual, mas acabou se transformando em um dos mais acessados sites de quadrinhos do país.

Sica venceu duas vezes o Prêmio HQ Mix nas categorias Novo Talento (2005) e Web Quadrinhos (2009), com sua série “Quadrinhos Ordinários”. Tem livros publicados por diversas editoras do país. Lançou “Ordinário” (Companhia das Letras) em 2011 e “Tobogã” (Ed. Narval) em 2013. No ano seguinte, 2014, publicou “Novela” (BebelBooks) e, em 2015, “FIM – Fácil e Ilustrado Manifesto” (Editora Beleléu). Em 2017 lançou o livro “Fachadas” (Editora Lote 42) e participou do projeto Baiacu, criado por Laerte e Angeli, que resultou na revista “Baiacu” (Editoras Cachalote e Todavia). Rafael Sica é um dos criadores da “Parada Gráfica”, evento anual que acontece em Porto Alegre (RS) e reúne artistas da cena gráfica independente brasileira.

Serviço:
O quê: Exposição: O Ordinário Rafael Sica
Quando: 30 de agosto a 04 de novembro (abertura no dia 30, às 19h)
Onde: CAIXA Cultural Fortaleza (Av. Pessoa Anta, 287, Praia de Iracema)
Horários: De terça a sábado, das 10h às 20h | domingo, das 12h às 19h
Classificação indicativa: 14 Anos
Mais informações: (85) 3453-2770

Texto: Eduardo Sousa com informações da assessoria | Imagens: divulgação

Recomendado para você