Entre Aspas

Galeria Sem Título Arte recebe exposição e workshop sobre moda e comportamento

41 1

Foto: Chris McGowan

 

A  Galeria “Sem Título Arte”, espaço de arte contemporânea na capital cearense, participa da primeira edição do Ceará Design Week, com uma dupla programação envolvendo o artista e curador Jackson Araujo. Ele assina, junto com Elizabeth Guabiraba, a curadoria da exposição que homenageia Cacilda Vilela, uma artista pioneira no diálogo entre moda e performance. A abertura da exposição será no dia 28 de março, às 18h30min. O artista realiza também um workshop sobre moda e comportamento que traz o corpo como discussão, nos dias 28 e 29 de março, das 14 às 18h. As inscrições estão abertas e o investimento é de 190,00, que incluirá o material didático.

A parceria com a Sem Título Arte surge depois que Jackson Araujo foi convidado a fazer uma fala e lançar seu livro “Economia Afetiva: Aprendizado Para O Futuro”, na Ceará Design Week, em Fortaleza, no dia 30 de março. “O convite da Sem Título Arte foi muito bom e importante para mim, que moro há 25 anos em São Paulo, e adoraria colaborar com o desenvolvimento de um pensamento crítico a partir da Moda (minha área de atuação)”, explica o artista. Surgiram então as duas intervenções de uma única trama: a exposição e o workshop. A exposição tem curadoria de Jackson Araújo e Elizabeth Guabiraba e pesquisa fotográfica de Luana Maria e Kiko BlocBoris,

A exposição

Intitulada “CORPO & ALMA -Um Acervo de memórias sobre Cacilda Vilela” terá a sua abertura às 18h30, do próximo dia 28 de março, na Sem Título Arte. A exposição apresenta pela primeira vez imagens resgatadas das coleções particulares de sua irmã Zizi e sua filha Ananda, que com muita emoção nos permitiram mergulhar nesse delicado território afetivo da intimidade familiar sobre seu legado. O material exposto traz fotografias de roupas, performances e imagens do período em que ela envolvia os
corpos com aniagem (tecido de linho cru, algodão ou juta, para encapar fardos), criando vestes libertárias para corpos igualmente livres e contestadores como a sua criadora.”

Jackson Araujo, que divide a curadoria com Elizabeth Guabiraba, traça um perfil do que Cacilda representa: “Cacilda era uma mulher à frente de seu tempo, que desenhou uma vibrante carreira pautada sobre temas que  hoje se mostram completamente pertinentes e indispensáveis como as florestas, as populações indígenas, a força da mulher, a diversidade e a identidade cultural”.

A curadoria entende “CORPO & ALMA”, uma das facetas do trabalho de Cacilda Vilela, como traço primordial para a construção de um design de moda autoral com identidade cearense, impregnado por sabor do suor, do mar e perfumado como as buganvílias e açucenas do sertão. É um carro de boi atemporal pisando sobre os calçamentos da já velha Aldeota burguesa; uma corajosa jangada grávida com velas de labirinto desbravando os verdes mares alencarinos com a missão de eternizar as conexões antes mesmo de suas águas abrigarem cabos conectores de alta tecnologia.

Foto: José Albano

Workshop

“CORPO.PAISAGEM- Uma reflexão sobre a moda como plataforma de
investigação comportamental”, busca refletir sobre como o corpo, por meio da moda, impacta a paisagem, ou seja, como as abordagens sobre
questões de gênero, métodos de produção, ocupação do espaço público e sustentabilidade podem tecer uma nova trama, um novo tecido social. A formação acontecerá nos dias 28 e 29 de março, das 14 às 18h, na Sem Título Arte.

“Foi pensando esse curso que acordei com o nome de Cacilda Vilela na cabeça, vendo passar claramente como um filme, a performance que ela fez pelas ruas de Fortaleza na virada dos anos 1970 para 1980, dentro de um carro de boi, como uma carruagem divina, povoada de semideuses de diversas etnias, cobertos de flores e vestidos com seus panos no estilo Corpo & Alma. Bingo! Em Cacilda, todas essas questões que quero abordar no workshop estavam presentes: corpo, gênero, identidade, multiculturalismo, natureza, espaço público”, conexões tecidas por Jackson Araújo.

O workshop tem vagas limitadas (10) e os interessados devem se inscrever apresentando portfolio online. É voltado a artistas visuais, estilistas, designers de moda, gráfico e de produto, dançarinos, pessoas de diversas áreas criativas que tenham interesse pelo campo expandido do design.

Inscrições AQUI

 

SERVIÇO

 O quê: Workshop “CORPO.PAISAGEM – Uma reflexão sobre a moda como plataforma de
investigação comportamental”
Quando: 28 e 29 de março, das 14 às 18 horas
Onde: Sem Título Arte (Rua João Carvalho, 66, Aldeota)
Inscrições AQUI

O quê: Exposição “CORPO & ALMA – Um acervo de memórias sobre Cacilda Vilela”
Curadoria: Jackson Araujo e Elizabeth Guabiraba
Pesquisa fotográfica: Luana Maria e Kiko Bloc-Boris
Quando: abertura 28 de março, às 18h30min
Entrada gratuita

 

 

Texto: Eduardo Sousa com informações da assessoria / Imagens: divulgação

Recomendado para você