Éshow!

CAIXA Cultural Fortaleza realiza bate-papo sobre a arte de contar histórias A atividade acontece no dia 18 de janeiro (sexta-feira) com a participação de Carol Levy, que está em cartaz com o espetáculo “CantaBicho”, da atriz e diretora Paula Yemanjá e a professora Lyvia Cruz, que é surda e conta histórias em Libras

CAIXA Cultural Fortaleza realiza bate-papo sobre a arte de contar histórias

 A atividade acontece no dia 18 de janeiro(sexta-feira) com a participação de Carol Levy, que está em cartaz com o espetáculo “CantaBicho”, da atriz e diretora Paula Yemanjá e a professora Lyvia Cruz, que é surda e conta histórias em Libras

Contar histórias é uma arte milenar, que reúne e aproxima pessoas, de qualquer idade, para transmitir mensagens ou conhecimento, tudo por meio de histórias, reais ou criadas, antigas ou novas. A riqueza dos detalhes, figurino, o uso de objetos cênicos ou música são artifícios que contadores utilizam para atrair a atenção e envolver a plateia. É sobre a arte da contação de histórias o bate-papo que acontece no dia 18 de janeiro (sexta-feira), às 17 horas, na CAIXA Cultural Fortaleza.

Participam da conversa três contadores de histórias com vivências e trabalhos distintos. São elas: a pernambucana Carol Levy, em cartaz de 12 a 20 de janeiro (sábados e domingos) na CAIXA Cultural Fortaleza com o espetáculo “CantaBicho”, onde une músicas, canções e audiovisual; a cearense Paula Yemanjá, arte-educadora e atriz com forte atuação junto ao público infantil, que tem se dedicado cada vez mais à arte da contação de histórias; e Lyvia Cruz, que é surda e conta histórias em Libras (Língua Brasileira de Sinais). Com acesso gratuito e voltada ao público em geral, a atividade é destinada, principalmente, a professores e contadores de histórias.

 

Contadoras de histórias

 

Carol Levy – Participou de coral, estudou canto lírico no Conservatório Pernambucano de Música e fez curso superior de Publicidade e Propaganda. Trabalhou com locução, jingles publicitários e vozes para animação e, em busca de sua identidade artística, passou a se dedicar ao público infantil. Em 2013 lançou seu primeiro DVD, “Cantarola”, que durante dois anos permaneceu no catálogo da Netflix. Depois veio o CD “CantaBicho”, gravado em estúdio, e o segundo DVD, “CantaBicho Ao Vivo”.

 

Paula Yemanjá – diretora teatral, produtora, atriz e contadora de histórias. Graduada em Letras pela Universidade Estadual do Ceará. Desenvolve atividades de mediação de arte e oficinas de formação artística para o público infanto-juvenil e adulto atuando nas áreas de Literatura e Ludicidade; Processos de formação do ator; Contação de História; Dramaturgia e Improvisação. Foi professora-artífice do curso de Belas Artes da UNIFOR e do Curso Princípios Básicos de Teatro (CPBT), tradicional curso de iniciação teatral do Theatro José de Alencar em Fortaleza. Escreveu e publicou o livro infantil “A Menina Mariquinha”.

 

Lyvia Cruz – formada em Letras/LIBRAS, Mestranda em Estudos de Tradução, professora, tradutora e narradora de LIBRAS. Possui graduação em Letras – Libras pela Universidade Federal de Santa Catarina (2012). Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Libras, atuando principalmente nos seguintes temas: surdez, cultura, metodologia e tradução.

 

O espetáculo “CantaBicho”

Apresentado por Carol Levy na CAIXA Cultural Fortaleza de 12 a 20 de janeiro (sábados e domingos), o espetáculo “CantaBicho”, inclui canções e histórias interpretadas com carisma e desenvoltura. Com uma banda ao vivo, a apresentação mescla canções próprias em parceria com Carlinhos Borges, produtor musical do DVD – “Pisca Pisca Uá Uá”, “Lobo Legal”, “Pangaré” e “Ventilador de Teto” – com histórias que Carol Levy tira de um saco mágico, em um efeito cênico que virou uma de suas marcas registradas. Uma das histórias, “Chapeuzinho Amarelo”, é de autoria de Chico Buarque.

 

Incentivo à cultura:

A CAIXA investiu mais de R$ 385 milhões em cultura nos últimos cinco anos. Em 2018, nas unidades da CAIXA Cultural em Brasília, Curitiba, Fortaleza, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo, está prevista a realização de 244 projetos de Artes Visuais, Cinema, Dança, Música, Teatro e Vivências.

 

A CAIXA Cultural Fortaleza oferece, desde 2012, uma programação diversificada, com opções gratuitas ou a preços populares, estimulando a inclusão e a cidadania. O espaço, situado em um prédio histórico na Praia de Iracema, conta com um cine-teatro com 181 lugares, três amplas galerias de arte, sala de ensaios, salas para oficinas de arte-educação, foyer, café cultural e livraria, além de um agradável jardim e espaços para convivência e realização de eventos.

 

Serviço:

[Bate-Papo]: A arte da contação de história, com Carol Levy, Paula Yemanjá e Lyvia Cruz

Local: CAIXA Cultural Fortaleza (Av. Pessoa Anta, 287, Praia de Iracema)

Data: 18 de janeiro de 2019 (sexta-feira)

Horário: 17h

Acesso gratuito

Público alvo: professores, contadores de histórias e público em geral.

Classificação: Livre

 

[Música]: Carol Levy CantaBicho

Local: CAIXA Cultural Fortaleza (Av. Pessoa Anta, 287, Praia de Iracema)

Data: 12, 13, 19 e 20 de janeiro de 2019

Horário:

Sábados, às 17h

Domingos, às 15h e às 17h

Ingressos: vendas 2 horas antes de cada espetáculo. Valores: R$ 16,00 (inteira) e R$ 8,00 (meia-entrada para estudantes, professores, funcionários e clientes CAIXA e pessoas acima de 60 anos).

Duração: 60 minutos

Classificação: Livre

 

Acesso para pessoas com deficiência e assentos especiais

Serviço de manobrista gratuito no local

Paraciclo disponível no pátio interno

Patrocínio: CAIXA e Governo Federal

Informações gerais | CAIXA Cultural Fortaleza: (85) 3453-2770

 

 

Atendimento à imprensa:

DÉGAGÉ

Sônia Lage e Eugênia Nogueira