Éshow!

Encontro EDP Solidária apresenta projetos apoiados pela companhia no Ceará, em 2019

Encontro EDP Solidária apresenta projetos apoiados pela companhia no Ceará, em 2019

 

Iniciativas que envolvem cuidados com a melhor idade, música, arte e esporte, sendo sete em São Gonçalo do Amarante (CE) e dois em Fortaleza, serão apoiadas pela EDP Brasil no Estado

 

O Instituto EDP apoia nove projetos voltados para áreas como educação, saúde, esporte e geração de renda no Ceará, em 2019. O investimento é da ordem de R$ 2 milhões. Sete deles estão sediados no município de São Gonçalo do Amarante (CE), no qual se localiza a Usina Termelétrica – UTE Pecém. Os outros dois são em Fortaleza.  Para marcar o início do trabalho a instituição realiza o Encontro EDP Solidária 2019. Na ocasião, serão apresentados os projetos sociais e o alinhamento da forma de trabalho ao longo do ano.

 

Além do Ceará, outros programas serão desenvolvidos nos estados de São Paulo, Tocantins, Espírito Santo e Amapá e se somam às atividades já promovidas nas regiões onde a EDP está presente. O Instituto EDP atua há onze anos gerindo as ações socioambientais do Grupo EDP.

 

Conheça os projetos apoiados

 

O município de São Gonçalo do Amarante teve sete projetos contemplados. O “Orquestrando Sonhos”, da Associação das Famílias do Pecém, que desenvolve na criança e adolescente a capacidade de se comunicar através da música, buscando aperfeiçoamento nos elementos de desenvolvimento pessoal e de transformação social.

 

A associação também oferta o “Ritmos: Capoeira, Música e Dança para Pessoas com deficiência”. A ação realiza oficinas de música, dança e capoeira exclusivas para 60 pessoas com deficiência do município de São Gonçalo do Amarante, possibilitando mais um espaço de inclusão social.

 

O Instituto Esporte & Educação trará ao município a “Caravana do Esporte”, Caravana do Esporte e Caravana das Artes, projetos do canal ESPN, da DISNEY e do UNICEF. As atividades envolvem os participantes nas áreas de educação, cultura, esportes e assistência social.

 

Já a “Orquestra Contemporânea Brasileira”, sob responsabilidade da Associação dos Amigos da Arte – AAMARTE, vai realizar concertos, promovendo a troca de experiência entre os músicos e 160 jovens e adolescentes em situação de vulnerabilidade. Haverá formação musical para os participantes, com intenção de se criar uma orquestra infanto-juvenil.

 

O projeto “Além da Rua – Festival de Artes e Conexões”, que tem organização da Ato Marketing Cultural, pretende transformar o cenário local e buscar o apreço pelas boas parcerias que se estabelecem. Sediado em São Gonçalo do Amarante, o festival se realiza em rede, sendo resultado da união participativa entre artistas, empresas e apoiadores.

 

Sob responsabilidade do Instituto Mpumalanga, a “Caravana das Artes” visa contribuir para a formação de crianças e adolescentes. Por meio da reflexão sobre a importância das práticas da cultura corporal relacionada aos jogos e aos esportes como ferramenta de educação, pretende-se gerar inclusão e transformação social em comunidades de baixa renda e de baixo índice de desenvolvimento humano de São Gonçalo do Amarante.

 

Por sua vez, o projeto “Construindo Música”, realizado pela organização Evoluir, tem como objetivo conectar e dar voz as crianças brasileiras que desejam transformar o mundo à sua volta, promovendo a educação musical de uma forma divertida.

 

Fortaleza teve duas iniciativas contempladas. A Santa Casa de Misericórdia vai ser apoiada na implantação do “Ambulatório de Cuidados Paliativos e Dor de Pacientes”. O ambiente será destinado a pacientes com câncer na cidade de Fortaleza que tenham ou não passado por procedimento cirúrgico. O outro projeto contemplado na capital é o “Longevidade Com Dignidade”, do Lar Torres de Melo. Os recursos são destinados a manter e repor todos os bens móveis e imóveis da instituição; pagar os profissionais e despesas de água, luz e telefone; comprar insumos médico-hospitalares e material de limpeza; custear a alimentação dos internos; realizar atividades que visem manter a vida dos idosos ativa – passeios e festas temáticas.

 

Participaram do processo de seleção iniciativas aprovadas pelas Leis de Incentivo Federal nas áreas de Cultura (Lei Rouanet/Cultura – Nº 8.313/91), Esporte (Esporte – Nº 11.438/06), Saúde (PRONON/Saúde – Nº Lei 12.715/12, destinadas à Oncologia, e PRONAS/Saúde – Nº Lei 12.715/12), Criança e Adolescente (Lei Nº 8069/90) e Idoso (Lei Nº 12.213).

 

Para saber mais sobre o Instituto EDP, acesse: www.institutoedp.org.br

 

Sobre a EDP no Brasil

 

Com mais de 20 anos de atuação, a EDP é uma das maiores empresas privadas do setor elétrico a operar em toda a cadeia de valor. A companhia, que tem mais de 10 mil colaboradores diretos e terceirizados, atua em Geração, Distribuição, Transmissão, Comercialização e Serviços de Energia. Possui seis unidades de geração hidrelétrica e uma termelétrica, e atende cerca de 3,4 milhões de clientes pelas suas Distribuidoras em São Paulo e no Espírito Santo. Recentemente, adquiriu participação na CELESC, em Santa Catarina. No Brasil, é referência em áreas como Inovação, Governança e Sustentabilidade, estando há 13 anos consecutivos no Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) da B3.

 

Mais informações para a Imprensa:

AD2M Engenharia de Comunicação