Éshow!

Monique Kessous lança novo single “Viada”, canção que nasce já fazendo história, ao abordar uma das temáticas mais relevantes do nosso mundo contemporâneo: a luta contra a homofobia

Monique Kessous lança novo single “Viada”, canção que nasce já fazendo história, ao abordar uma das temáticas mais relevantes do nosso mundo contemporâneo: a luta contra a homofobia

A canção, que é de autoria da artista em parceria com o irmão Denny Kessous, foi feita em 2017, após um juiz do Distrito Federal conceder uma liminar que autoriza o tratamento psicológico à pessoas que mantêm relação afetiva/sexual com outras do mesmo sexo, a chamada “cura gay”.

O fato indignou a cantora, que com leveza, e deboche, compôs versos como “Recomendaram tratamento/ Mas estou curada/ Eu continuo viada/ O mundo está muito doente/ Chame a ambulância”. Em limpas palavras, a balada-protesto dançante escancara a realidade do nosso país em momento de retrocesso, e tem tudo para se tornar um hit, não apenas para o público lgbt, mas para toda uma sociedade que enfrenta um cenário de injustiças e preconceitos.

A faixa traz Monique à frente da concepção, em sua estréia como produtora musical, assinando também as programações e teclados. A cantora pré-produziu a faixa em seu home studio, com participação de Denny Kessous nas guitarras e synths, e foi para o estúdio aliada a um valioso time de músicos: Caio Oica na bateria, Alberto Continentino no baixo, Felipe Pinaud na guitarra e Rodrigo Tavares nos teclados.

Depois de lançar 3 CDs autorais, com musicas em 6 trilhas de novelas da TV Globo, a cantora está vindo com uma proposta nova, ousada em sonoridade e poesia, mas sem se distanciar da sua principal abordagem: o amor.

O mundo está doente, mas a música popular brasileira sobrevive.

Assessoria AlmaComunique