Esporte Radical

Mundial de Snowboard: Isabel Clark supera desempenho de qualificatória nas finais

Rider sobe oito posições e soma mais pontos na corrida olímpica em Sierra Nevada

Após classificação às finais do Snowboard Cross no Mundial de Sierra Nevada, na Espanha, com a 24ª vaga, Isabel Clark enfrentou difícil bateria nas quartas do domingo (12). Na disputa com outras cinco atletas, inclusive três que finalizaram sua participação no Mundial entre as oito melhores, a rider brasileira obteve a 4ª colocação, que lhe rendeu a 16ª no geral, oito acima da conquistada nas qualificatórias.

Divididas em quatro baterias de seis atletas, as 24 classificadas para as finais do Snowboard Cross de Sierra Nevada duelaram na manhã do último domingo. Largando na primeira bateria, Isabel Clark superou percalços durante a descida e se aproveitou de falhas de algumas de suas adversárias para melhorar seu desempenho. Apesar da 6ª posição no início da corrida, a rider brasileira adotou uma estratégia mais conservadora para não se arriscar e contou com quedas das rivais para concluir a descida em 4º. Como avançavam apenas três, ficou a apenas uma das semifinais.

“Tive pontos positivos, melhorei a minha colocação para 16º e terminei a competição sem me quebrar. Depois das quedas no dia da classificação, resolvi optar por um plano conservador e não me arriscar, ainda mais depois de ver várias atletas femininas lesionadas e fora da competição”, pontuou Clark.

Três das atletas que Isabel Clark enfrentou em sua bateria avançaram a Small Final e Big Final da competição, com destaque para a búlgara Alexandra Jekova que fechou a competição com a 4ª colocação geral. O pódio foi formado pelas atletas Lindsey Jacobellis (Estados Unidos), Chloe Trespeuch (França) e Michela Moioli (Itália).

Na corrida pela vaga para PyeongChang 2018, que pode ser sua quarta participação em Jogos Olímpicos de Inverno, Isabel Clark somou 150 pontos com o 16º lugar no Mundial de Sierra Nevada e, atualmente, consta na lista de classificação geral na 19ª colocação com 660 pontos. Para garantir a vaga, precisa estar no Top 30.

 Fonte: Comunicação CBDN

Recomendado para você