Esporte Radical

Fortaleza recebe a segunda edição da Corrida contra a Corrupção

398 3

Um evento apartidário que visa semear a conscientização de integridade social aos cidadãos para aplicarem no no dia a dia

Com muito vigor e em busca de um Brasil melhor, os participantes da II Corrida contra a Corrupção animaram a Praça das Flores, na Aldeota, local de largada e chegada das provas. Os 1200 corredores fizeram o percurso de 2,5 km, 5km e 10 km. Também teve a participação de Paratletas que largaram minutos antes dos demais.

O ganhador dos 10km, Daniel Carneiro, 33 anos, corre há 21 anos, e relata que “os brasileiros devem se conscientizar do valor que tem o dinheiro público. O Brasil tem que investir mais na educação e saúde. Quanto à prova da corrida, meu desempenho foi excelente e o evento foi muito organizado. Todos que estão envolvidos estão de parabéns”.

De amarelo, o paratleta, José Sergio de Lima

Para o paratleta, José Sergio de Lima, 35 anos,” a temática da corrida é importante porque estamos em busca dos nossos direitos, o que nossos governantes não estão vendo. Não podemos nossa calar. Vale lembrar também que a categoria paratleta a cada dia vem crescendo e isso tem que ser valorizado e respeitado. Não devemos ter a imagem de que somos coitadinhos, porque todos nós somos iguais”.

Para o presidente da Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal (Adpf), Edvandir Felix de Paiva, o evento visa desenvolver no coração de cada brasileiro a intolerância à corrupção, desde os atos no dia a dia, na maneira como se cria os filhos, fortalecendo esta instituição e o país. “Ver tanta gente aqui em dia de jogo do Brasil foi um prazer imenso”, afirma Paiva.

A diretora da Associação Nacional de Polícia Federal (Adpf), Cláudia Braga, afirma que esta é uma oportunidade de trazer à tona atitudes que a sociedade tem diariamente e que podem findar a corrupção, nos pequenos atos. Outro fator da corrida é o estímulo de uma maior interação com os patrimônios culturais e arquitetônicos da cidade.

Após a chegada das provas, os participantes participaram da premiação e puderam fazer aula de Zumba, promovida pelo Serviço Social do Comércio (Sesc) e logo curtiram o som da Banda Transacionais.

A II Corrida contra a Corrupção é uma realização da Associação dos Delegados de Polícia Federal com a Direção da Nova Letra Desenvolvimento de Conteúdos Criativos. Patrocínio: Caixa Econômica Federal.

ADPF
A Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal é uma entidade associativa, sem fins lucrativos, com representação em todos os estados e no Distrito Federal, composta por 2.300 delegados de Polícia Federal.

Com o evento, a Adpf pretende sensibilizar a sociedade para a importância de inserir no texto da Constituição a autonomia da Polícia Federal, por meio da emenda constitucional, número 412/09 – PEC 412/09, o que visa proporcionar melhores mecanismos para investigar a corrupção e reduzir a impunidade, sem qualquer tipo de ingerências políticas. Vale ressaltar que a corrida é apartidária.

A Corrida contra a Corrupção é um grande movimento nacional que já passou por capitais como Rio de Janeiro, Brasília, Salvador, Belo Horizonte e Campo Grande. Após o início da Operação Lava Jato, maior investigação sobre corrupção conduzida até hoje no Brasil pela Polícia Federal e a Procuradoria-Geral da República, os brasileiros têm apoiado esse momento de mudança no país.