Fora da Ordem

Mulher Pepita defende cearense Camila Uckers após anunciar parceria e sofrer ataques na Internet

331 2

Pepita no clipe “Uma Vez Piranha”

A funkeira carioca Mulher Pepita anunciou parceria com a cearense Camila Uckers em uma nova música. A notícia, no entanto, não agradou muito aos fãs que reclamaram da escolha para dividir os vocais na música “Paredão”. Nessa quinta-feira, 4, Pepita usou a função Stories do Instagram para defender Camila. A cantora travesti prepara o EP Mulher Evoluída, que deve ser lançado este ano.

“Que confusão, isso tudo por causa de uma música. Tem tanta coisa mais importante pra gente se preocupar. Se você não gosta da Camila, se você julga, olha, eu tive o prazer de conhecê-la e me apaixonei”, disse. “A música é maravilhosa, a letra é maravilhosa. Fiz a música com ela sim, e que ela seja bem-vinda à nossa bandeira (LGBT)”.

A cantora ainda criticou o uso dos perfis nas redes sociais para ataques na Internet. “Na terra de celular todo mundo é valente. Não vai falar gracinha nas minhas redes sociais, eu vou bloquear mesmo. É muito fácil essa mania de julgar”, encerrou.

Pepita ficou conhecida na Internet após aparecer cantando funk em vídeo, chamando atenção principalmente pelo tamanho das pernas. De lá pra cá, o bom humor e a militância nas entrevistas foi ajudando a formar a figura no funk nacional, além de virar meme com a expressão “RAAAN”. Em 2017, lançou EP e ganhou destaque ao cantar na música “Chifrudo”, com a drag queen Lia Clark.

Recomendado para você