Fora da Ordem

Madonna vai do batuque cabo-verdiano ao funk em português no álbum Madame X

Madame X, o novo álbum de Madonna, está disponível nas plataformas de streaming. A rainha do pop encarna a personagem que muda de identidade ao longo do álbum, indo do discurso intimista ao político.

Madonna volta a abraçar o pop latino em faixas como “Medellín” e “Bitch I’m Loca”, ambas com Maluma, e canta em português nas faixas “Crazy” e “Faz Gostoso”, esta última uma parceria com Anitta, um trance fortemente influenciado pelo funk.

A artista coloca as referências dentro de uma sonoridade mais urbana que combina com a identidade quase sombria que permeia o álbum. A dance music, o trance e até o batuque de Cabo Verde ganham destaque.

“Decidi chamar meu álbum de Madame X. Uma agente secreta viajando ao redor do mundo, trocando sua identidade, lutando por liberdade, trazendo luz a lugares sombrios”, explica a artista no material de divulgação do disco.

O álbum alcançou o primeiro lugar na parada de 58 países já nas primeiras horas.

Recomendado para você