Futebol do Povo

A dignidade do Ceará é maior do que uma Copa Sul-Americana

477 12

cearaO assunto volta nesta semana porque o Ceará encara o Tupi na próxima quarta-feira, no PV, jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil. Muito já escrevi e falei sobre ele no mês de maio. Para relembrar rapidamente a situação:  em ofício publicado no dia 22 de maio, a CBF determinou, usando a prerrogativa de fazer o que quiser na hora que bem entender para defender os seus interesses e sem contestação dos clubes, que o Ceará perderá a vaga na Copa Sul-Americana conquistada como campeão da Copa do Nordeste 2015 caso elimine o Tupi-MG e avance até a quarta fase da Copa do Brasil. O artifício usado pela entidade máxima do futebol brasileiro foi negar todos os regulamentos até então publicados da Copa do Nordeste, Séries A e B 2015 e 2014, que não determinavam em momento algum a proibição do campeão da Copa do Nordeste 2015 disputar também a Copa Sul-Americana 2015.

Relembre mais aqui: CBF inventa portaria, muda regulamento após competições terminadas e obriga o Ceará a escolher entre Copa do Brasil e Sul-Americana

A situação atual, portanto, obriga o Ceará a perder de propósito para o Tupi caso queira garantir a participação no torneio internacional.  Os dirigentes do clube, na oportunidade, deixaram claro que, se fosse da preferência deles, disputariam a Copa Sul-Americana, mas tentariam acordo para disputar as duas competições como os regulamentos permitiam.

Minha visão é clara sobre o assunto: apesar do absurdo promovido pela CBF e da improvável negociação que permita ao clube disputar as duas competições – que seria o justo – e de outras equipes já terem usado tal expediente, se o Ceará for derrotado propositalmente pelo Tupi visando a disputa da Copa Sul-Americana estará ferindo diretamente o que tem de mais importante: a dignidade do clube, da camisa, dos jogadores, dos torcedores, da sua história  e do esporte.

A equipe comandada por Geninho não vai bem. A prioridade no segundo semestre é escapar da Série C já que são sete pontos em 36 disputados até agora. É possível que a comissão técnica poupe atletas nas duas partidas contra o Tupi, líder do grupo B da terceira divisão, e qualquer resultado após os dois confrontos, com time titular ou não, é de prognóstico difícil, mas que a diretoria, que jamais cogitou a derrota proposital, mantenha a postura digna e peça aos seus atletas e comissão técnica empenho máximo, mesmo que isso custe a perda da vaga na Copa Sul-Americana. Nada é mais importante para um clube do que a sua dignidade e o torcedor de verdade sabe disso.

Recomendado para você