Futebol do Povo

Melhor, Luverdense venceu o Ceará e complicou ainda mais a situação alvinegra

2953 60

O Castelão viu nesta terça-feira a vitória de um time organizado taticamente, bem montado e tranquilo diante de uma equipe que mostrou o oposto: desorganização, falta de qualidade e ansiedade.

O Luverdense, agora com 16 pontos a mais do que o Ceará na classificação – 42 contra 26 – foi superior como equipe e individualmente, assim bateu o alvinegro por 1×0, gol de Lucas Fernandes, na segunda etapa. Quando tinha a bola, a equipe de Lucas do Rio Verde mostrava plena convicção do que era preciso fazer sob a orientação tática do seu bom técnico, Junior Rocha. Foram 18 escanteios e 15 finalizações, mesmo com menos posse do que o Ceará, que foi inferior em tudo.

Montado ofensivamente com Ricardinho, Alex Amado, Mazola e Rafael Costa, o Ceará não mostrou compactação. Os laterais não ajudaram em nada, muito menos os volantes. Os jogadores alvinegros se movimentaram muito pouco, os setores de campo não tiveram comunicação. O resultado: poucas alternativas e um futebol previsível. O técnico Marcelo Cabo tem responsabilidade. Mostra confusão na hora das trocas e na montagem da equipe, mas não tem tido colaboração do elenco. Nesta terça, nenhum atleta atuou efetivamente bem. Ricardinho foi o menos pior. Não há solução quando isso ocorre, apesar da pressão que o time exerceu nos 15 minutos finais.

No primeiro tempo, no intervalo, no segundo tempo e depois do jogo a torcida vaiou bastante. É o que ela pode e tem direito de fazer. Fora isso, precisa continuar torcendo pelo seu time por nove rodadas.  Não existe rebaixamento antecipado, só quando matematicamente for confirmado. Há ainda 27 pontos em disputa e outras equipes na Série B também estão pedindo para cair, como o Macaé, primeiro time fora do Z4 e que vai igualar o número de jogos do Ceará no sábado, quando enfrenta o ABC, no Rio. Se empatar, volta a abrir seis pontos para o alvinegro. Caso vença, abre oito.

Recomendado para você