Futebol do Povo

Em jogo sem cartões, Fortaleza precisou de 35 minutos pra vencer o Cuiabá de Flávio Araújo

149 53

O Fortaleza não tomou conhecimento do Cuiabá, em jogo válido pela quarta rodada da Série C. Atuando no Castelão, o time precisou apenas do primeiro tempo para vencer por 2 a 0 e seguir líder isolado do grupo A da competição, com 10 pontos. Os dois gols da partida, que do ponto de vista disciplinar foi muito tranquila, sem cartões amarelos ou vermelhos, foram marcados por Daniel Sobralense. O meio-campista, depois da venda de Jean Mota para o Santos, reassumiu a condição de titular.

Chamaram a atenção neste domingo dois reencontros para o Tricolor. O primeiro, com a torcida, distante do estádio por 35 dias porque a equipe jogou fora de casa ou de portões fechados em função de punição por briga de torcedores. O segundo, com o técnico Flávio Araújo, que treinou o tricolor nos dois primeiros meses da atual temporada e agora comanda o Cuiabá. Nas duas histórias, melhor para o Leão.

O primeiro tempo mostrou um Cuiabá com três zagueiros tentando impedir os avanços do ataque do Fortaleza, mas sem sucesso. Além dos dois gols de Daniel Sobralense, o primeiro numa inteligente jogada ensaiada em cobrança de escanteio, o time de Marquinhos Santos criou outras quatro chances reais para marcar, duas com Anselmo, uma com Juninho e outra com Pio. O Cuiabá também poderia ter marcado, mas na única oportunidade real construída, o goleiro Ricardo Berna trabalhou bem.

A segunda etapa começou com Flávio Araújo mudando três jogadores antes dos dez minutos. O objetivo de transformar o esquema de 3-6-1 em 4-3-3 foi alcançado ao colocar Jonathan Balotelli, Uederson e Vanger, mas apesar de mais posse de bola e presença no campo ofensivo, o Cuiabá esbarrou nas próprias limitações técnicas para diminuir o placar.

Pelo lado do Fortaleza, a vantagem construída na primeira etapa se mostrou suficiente e as chances de gol se tornaram escassas. A equipe claramente poupou energia, preferiu investir na marcação para não correr riscos defensivos e garantir um resultado sem sustos. Ainda assim, o goleiro Erivélton, que entrou no lugar de Ricardo Berna, machucado, participou duas vezes bem da partida.

No próximo sábado, novamente no Castelão, o Fortaleza recebe o ABC, às 18 horas. Encontro para defender a liderança.

Recomendado para você