Futebol do Povo

Fortaleza deixa escapar invencibilidade em jogo de “pane” no Castelão

1749 49

Por André Victor Rodrigues

Os elementos para o Fortaleza do técnico Marquinhos Santos buscar mais uma vitória na Série C do Campeonato estiveram lá no Castelão, na noite deste sábado, diante do ABC-RN. O contexto colaborava para o desfecho favorável aos tricolores. Contudo, a equipe mandante não conseguiu explorar suas potencialidades durante os mais de 90 minutos, entrou numa espécie de pane e perdeu por 1 a 0 para o time potiguar. Colocou fim a uma invencibilidade de 32 jogos como mandante na Terceirona. Um preço caro por uma atuação irreconhecível.

Mesmo com desfalques no time titular, o Leão não conseguiu sequer parecer com aquele que bateu o Cuiabá, no último domingo. Acumulou erros de passe, pecou na saída de bola e em raras ocasiões encontrou o último toque diante do gol defendido por Vaná. Peças de articulação, como Daniel Sobralense e Felipe, estiveram mal. Anselmo não recebeu boas assistências. Willian Simões foi um calo defensivo, que inclusive comprometeu no único gol da partida anotado por Jonas Carioca. O resultado poderia ter sido pior, não fossem bons momentos do goleiro Erivelton, substituto de Berna.

No primeiro tempo, o Leão rodava mal a bola em busca de espaços para invadir a área do ABC. A falta de mais objetividade e precisão de passe no setor de meio-campo fez com que o time anfitrião mais servisse o adversário do que efetivamente o pressionasse. E assim o Alvinegro gostou do jogo. Em contra-ataques rápidos, os treinados por Geninho investiram em ligamentos rápidos à área do oponente diante de uma recomposição lenta dos tricolores.

O time do Rio Grande do Norte martelou economicamente, quando percebia os pontos mais críticos da desordem que o Fortaleza tentava superar no Castelão. Exatamente assim foi mais contundente. Não jogou impondo superioridade. Apenas investiu na inabilidade do Leão dominar as ações do jogo. Especialmente em jogadas do experiente Lúcio Flávio e de Erivelton, o ABC escancarou a noite na qual a organizada e disciplinada trupe de Marquinhos desligou alguns de seus fios.

Apesar do tropeço nesta 5ª rodada, não há espaços para preocupações dramáticas quanto aos próximos jogos do Fortaleza. A equipe lidera o Grupo A da Série C, com 10 pontos, fruto de uma campanha que lembra o quanto esse time tem condições de retomar o rumo a partir da próxima peleja. Mas fica o alerta quanto à necessidade de reparos. Numa competição de seções entre pontos corridos e mata-mata, evitar apagões e penas é o único caminho para se manter de pé até o fim.

O Tricolor volta a campo no próximo domingo, 26, às 19 horas, no Cornélio de Barros (PE), contra o Salgueiro – terceiro colocado da sua chave neste Brasileiro.

Recomendado para você