Futebol do Povo

Ceará: ótima campanha na Série B não pode abafar eliminação na Copa do Brasil

2495 73

É comum que as pessoas exaltem seus sucessos  e escondam os fracassos. No futebol, clubes, dirigentes e torcedores também agem assim, escondendo o que é ruim, mostrando o que é bom. Com ótima campanha na Série B (30 pontos em 16 jogos), trilhando o caminho do acesso se mantiver o aproveitamento atual, o Ceará caiu para o Botafogo-PB na Copa do Brasil.

Certamente a Segundona é mais relevante para o clube do que a competição eliminatória, mas ir bem em uma disputa não significa que não há problema algum ser eliminado na outra.  Há sim. O alvinegro conseguiu fazer nenhum gol em quase 200 minutos contra o Botafogo-PB e a péssima partida de ida determinou a eliminação, mais uma vez para uma equipe com orçamento muito menor e bem menos tradição na competição.

Nem há que se falar em desinteresse do Ceará porque no primeiro jogo o time foi com o que tinha de melhor à disposição (ter jogadores machucados e ou impedidos de atuar faz parte do dia a dia de qualquer equipe) e ainda assim se viu dominado e superado por um organizado Botafogo-PB, que superou seus limites e tem muito mérito nessa vaga. Na partida de volta, um público esperançoso e barulhento, mas que foi ao PV muito mais pelos valores baixos dos ingressos do que por acreditar no improvável. O time foi mal, deixou a desejar nos confrontos, atletas importantes falharam, assim como a comissão técnica.

O clube deixou de faturar mais de 800 mil reais de cota de participação por avançar de fase, a chance de ganhar ainda mais com a renda como mandante nas oitavas de final, além da perda da oportunidade de patrocínios pontuais. De prestígio, nem se fala, porque é evidente que ganharia destaque, exposição e marca valorizada. Tudo ficou pelo caminho e, sim, é para o Ceará ser cobrado, lamentar e trabalhar mais, questionar atletas se for o caso. O pior caminho é se encostar na campanha da Série B.

Recomendado para você