Futebol do Povo

Fortaleza: será obrigatório ser protagonista das ações ofensivas para vencer o América-MG na Copa do Brasil

326 30

Pode ser uma vitória por 1 a 0 levando a decisão aos pênaltis ou por dois ou mais gols de diferença. Seja como for, o time de Marquinhos Santos terá a missão de atuar como protagonista no Castelão, tomando a iniciativa e pressionando um adversário que vive péssima fase — são 10 derrotas nas últimas 13 partidas —, mas que venceu o Tricolor no jogo de ida por 1 a 0, em Belo Horizonte.

Desde que assumiu o comando do Fortaleza em março, Marquinhos Santos dirigiu o time em 28 partidas, com 43 gols marcados, média de 1,5 por jogo. Taticamente o treinador gosta de montar equipes para explorar o erro do adversário e sair em velocidade ao ataque. Foi assim, por exemplo, que eliminou o Flamengo na 2ª fase, vencendo os dois jogos por 2 a 1.

Diante do América-MG, entretanto, a postura será diferente. Além da característica defensiva do time mineiro, há a vantagem que carrega do primeiro confronto. Assim, o Leão se vê obrigado a tomar a iniciativa para a construção de chances reais, com toque de bola rápido, triangulações e movimentação intensa entre meio-campo e ataque. A mudança da conduta em campo é admitida pelo próprio Marquinhos Santos. “Precisamos de um gol obrigatoriamente. É uma outra competição, muda o sistema de jogo porque temos que ir atrás do resultado”.

Recomendado para você