Futebol do Povo

Ceará: parada de 18 dias deixou o elenco mais equilibrado para o segundo turno da Série B

1520 21

Da partida contra o Vasco, dia 2 de agosto, até o confronto diante do Paysandu, sábado que vem, serão 18 dias sem jogos oficiais para o Alvinegro. Com a ótima campanha de 35 pontos e a vice-liderança da Série B, quem aproveitou bem o período foi o departamento de fisiologia do clube.

Conversei nesta manhã com Lucas Oaks, responsável pelo departamento no Ceará desde 2009 (indicado por PC Gusmão). De cara, a avaliação que o elenco melhorou em relação ao início da competição. “Conseguimos equilibrar o grupo, que antes tinha jogadores que estavam desgastados e outros com pouco ritmo de jogo”.

Evidente que ter os jogadores em boa condição física não guarda relação direta e obrigatória com a manutenção dos bons resultados em campo mas, sim, mostra que para além das partidas é necessário fazer o máximo fora delas. “Tudo na vida tem dois lados. Se o ritmo de jogo foi interrompido, conseguimos trabalhar valências que devido à sequencia não conseguíamos, como potência e velocidade, além de recuperar atletas que vinham com fadiga acumulada”, explicou o fisiologista.

Apesar do descanso de agora, o Ceará fará sete partidas nos próximos 27 dias, ou seja, vai entrar em campo uma vez a cada quatro dias. Contando com deslocamentos aéreos e necessidade de descanso sempre no dia posterior aos jogos, pouco tempo para treinar fisicamente.

No primeiro turno, os 35 pontos do Ceará foram construídos com 10 vitórias e cinco empates. O time perdeu apenas quatro vezes e nenhum outro teve menos derrotas na competição do que o alvinegro. No segundo turno serão 10 jogos fora de casa e nove como mandante.

Recomendado para você