Futebol do Povo

Bill no Ceará: retorno com média melhor de gols e promessa cumprida ainda que tardia

637 12

 

Quando se apresentou ao Cebillará no dia 2 de janeiro de 2014, Bill traçou um objetivo e prometeu que faria 40 gols na temporada. A meta, extremamente difícil para qualquer jogador, acabou por contaminar a análise geral do ótimo ano que o atacante teve no Alvinegro, marcando 24 vezes. Na oportunidade ele foi um dos destaques do time, com 10 gols na Série B, quatro no estadual, quatro na Copa do Nordeste e seis na Copa do Brasil.

Já em 2015 Bill assinou contrato com o Botafogo e fez 11 gols em 28 jogos. Com problemas particulares e faltando aos treinamentos ele aceitou, em junho, atuar no Busan I’Park, da Coreia do Sul, mas não foi bem. Reserva, apareceu em apenas cinco partidas e não marcou.

A proposta para voltar o Ceará em 2016 seduziu novamente o jogador. Tanto ele precisava do clube como o clube precisava dele. A boa lembrança de 2014 estava viva e uma promessa precisava ser cumprida, ainda que com atraso. Mais sereno em relação aos assuntos familiares e sempre na companhia dos filhos, Bill não tem decepcionado, pelo contrário. Com os 17 gols em jogos oficiais que marcou até aqui – 11 apenas na Série B – já atingiu os 41 com a camisa do Ceará. Além disso, os dois tentos registrados no empate por 2 a 2 diante do Atlético-GO, na segunda-feira passada, o tornaram artilheiro da equipe no ano, deixando Rafael Costa, com 16, para trás.

O retorno de Bill tem sido positivo inclusive no seu aproveitamento de gols por tempo no gramado e na ausência de contusões relevantes. Em 2014 ele fez um gol a cada 183 minutos distribuídos em 58 jogos. Nesta temporada, até aqui, um tento anotado a cada 142 minutos em 36 partidas.

Recomendado para você