Futebol do Povo

Sampaio Corrêa 2×2 Fortaleza: Tricolor na final com brilho de Bruno Melo

3961 93

Artilheiro do Fortaleza na Série C com seis gols, o lateral Bruno Melo voltou a marcar duas vezes neste sábado. No empate diante do Sampaio Corrêa que levou o Tricolor para a final da Série C do Campeonato Brasileiro, o lateral esquerdo anotou o gol de abertura do placar e depois o do empate por 2 a 2 que confirmou a vaga na final. Bruno agora tem oito gols na temporada e se firma como um dos bons – e poucos – nomes que ganharam a confiança da torcida para permanecer para 2018.

Os primeiros 25 minutos de partida foram de muita marcação e pouca criação, tanto que nenhuma oportunidade de gol foi criada para qualquer lado. Na primeira chance real o Fortaleza abriu o placar. Bola levantada na área, o goleiro Alex Alves saiu mal e, na sobra, Bruno Melo marcou, aos 26 minutos.

A vantagem animou o Tricolor e a equipe só não ampliou na sequência porque Jô – entrou na vaga de Everton, que se machucou com oito minutos de partida – perdeu grande oportunidade. Em toda primeira etapa o Sampaio chegou com perigo apenas uma vez, mas o goleiro Marcelo Boeck, aos 38 minutos, fez ótima defesa em chute de fora da área de Uilliam.

No segundo tempo o técnico Francisco Diá voltou com com Isac no ataque, ocupando a vaga de Hiltinho. O objetivo era colocar o Sampaio no ataque em busca da virada. A ideia, entretanto, não surtiu efeito imediato em chances reais, mas a equipe passou a ocupar muito mais seu campo ofensivo.

Confortável com a vantagem, o Fortaleza se arriscava pouco no ataque e acabou por sofrer o empate aos 25 minutos. Cruzamento na área, a bola bateu no cotovelo de Ligger e o árbitro Heber Roberto Lopes marcou pênalti inexistente. Na cobrança, Marlon bateu bem e deixou tudo igual.

Animado, o Sampaio seguiu em busca de mais gols e aos 39 minutos virou o jogo, gol de cabeça anotado pelo zagueiro Maracaz, de cabeça. Nos momentos finais de partida, o Sampaio insistiu em busca do tento que lhe daria a classificação e ofereceu vários contra-ataques ao Fortaleza. Neste cenário, Lúcio Flavio e Jô perderam chances incríveis. Ainda assim os gols não fizeram falta porque Jô sofreu pênalti de Odair – e foi efetivamente falta – e Bruno Melo deixou tudo igual, garantido a igualdade e a presença do Fortaleza na final da Série C.

Recomendado para você